Billboard Music Award 2015 | Festa da Firma

Taylor Swift no Billboard Music Awards 2015 @ Eric Jamison - Invision - AP
Taylor Swift no Billboard Music Awards 2015 @ Eric Jamison – Invision – AP

Sabe aquelas festas de ‘firma’, que acontecem no final do ano numa chácara, salão de festas ou pizzaria para confraternizar o lindo ano que o chefe ficou ainda mais rico, que, gentilmente, sorteia bugigangas, tipo, espremedor de laranja, panela de pressão ou pipoqueira? Então, o Billboard Music Award é isto: festa de firma!

Primeiro: ganha quem vendeu mais. Ou seja, o critério é avaliar o desempenho dos empresários e produtores na escolha do repertório, visual e campanha publicitária do artista do momento. A eleita dos últimos anos é a princesa pop Taylor Swift. Na edição 2015, ela levou oito prêmios, incluindo melhor artista. Com isto, ela soma 19 vitórias! Pergunta se alguém sabe o nome dos álbuns que deram tantos prêmios para a moça?
Sua vitória era tão previsível, que a premiação, que aconteceu no domingo, 17 de maio, foi aberta com a estreia mundial do seu clipe ‘Bad Blood’. Uma coisa que lembra Madonna, Tina Turner, Heart, 007… bla-bla-bla.
Além da lindinha (sua beleza é seu único mérito indiscutível), o britânico Sam Smith levou os prêmios de artistas masculino e revelação do ano.  Esperto, ele não foi, mas mandou uma divertida mensagem de agradecimento.
Smith e Taylor competiram diretamente em diversas categorias principais, com Taylor prevalecendo. Smith, de 22 anos, teve 13 nomeações, enquanto a “rival” teve 14.
O grupo britânico One Direction foi outro ganhador em múltiplas categorias, levando os prêmios de melhor artista em turnê e melhor duo ou grupo, enquanto Iggy Azalea recebeu três prêmios: melhor artista de rap, música de rap e melhor artista em streaming.
A premiação, apresentada pelo rapper Ludacris e pela esposa do cantor, John Legend, Chrissy Teigen, foi transmitida ao vivo do MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas.
A revista Billboard, que cobre a indústria musical, informou que os finalistas foram baseados na interação dos fãs com as músicas, incluindo vendas físicas e digitais, turnês, rádios, streaming e interações nas redes sociais e outros sites dedicados à música.
(Fonte: Reuters)

2 comentários

Os comentários estão fechados.