Detalhes que fizeram o diferencial da Campinas Decor 2015

A 20ª Campinas Decor chega ao final como uma das mais surpreendentes edições dessa que já é considerada a maior mostra de decoração do interior paulista. Uma curiosidade sobre os bastidores foi o menor tempo de obra que nós, expositores, dispusemos para executar os ambientes, reduzido quase pela metade comparado aos anos anteriores. Além do cronograma apertado, a logística tornou-se mais complexa, já que a montagem um evento desse porte aconteceu dentro de outro ainda maior: as obras para inauguração da expansão do shopping Iguatemi Campinas.

Dentro desse contexto, era de se esperar que os profissionais envolvidos enxugassem seus projetos, diminuindo as dificuldades para a execução dos espaços. Porém, o que se viu, foi o comprometimento e empenho dos participantes que não pouparam esforços e criaram ambientes ricos em detalhes.
Destaco nesse artigo alguns detalhes que mais me chamaram atenção e que exigiram maior complexidade projetual e de execução, mas que foram essenciais para deixar esses ambientes excepcionais.
Pavilhão de Entrada | Otto Felix – Foi surpreendente a decisão de se fazer arquitetura dentro do espaço limitado com paredes de gesso: ali se vê muito dos conceitos da arquitetura moderna, evidentes com os pilotis que deixam a estrutura independente da vedação. Detalhe que faz a diferença: o embutimento dos perfis dos vidros nos planos de madeira do piso e do teto, deixando todo o conjunto ainda mais leve.
Hall de Entrada | Izilda Moraes e Adriana Consulin – Detalhes delicados pensados no desenho da marcenaria abrigam lâmpadas e equipamentos, produzindo um efeito luminotécnico suave e muito agradável.
Garagem Conceito | Adriano Stancati e Daniele Guardini – Os anéis iluminados que criam a atmosfera futurista do espaço, ao serem dispostos progressivamente, agregaram ritmo e movimento ao ambiente. Quem visitou pode ver a automação enfatizando esse conceito, com o acendimento individual e sequencial dos anéis.
Varanda | Beto Tozi – Além de decorativa, a grande estante abrigou partes mais funcionais como a bancada e os equipamentos de cozinha. O planejamento da marcenaria ainda previu um cantinho de estar super aconchegante, com um banco embutido complementado por mesa e cadeiras.
Living | Rita Diniz e Nilza Alves – A imponente adega tomando conta de uma parede com pé-direito duplo tornou-se o centro do espaço, deixando aparente as garrafas de vinho.
Jantar Gourmet | Adriana Bellão – A arquiteta ousou ao trazer elementos naturais ao ambiente, como os jardins verticais, os acabamentos de madeira e os tecidos naturais, deixando o espaço muito convidativo e aconchegante, mesmo com suas as grandes dimensões. Duas sacadas merecem destaque: a mistura harmônica de duas mesas e o desenho elaborado do forro de gesso, reservando espaço para uma claraboia longitudinal e uma sanca com fundo revestido de madeira.

Sala de Almoço | Graça Gargantini e Letícia Junqueira – O aproveitamento do espaço foi o destaque desse projeto, focado no desenho impecável da marcenaria. Numa brincadeira de esconde-esconde, uma cozinha completa embutida fica de fácil acesso com portas de correr.  O visitante poderia perceber o detalhe dos nichos de temperos totalmente embutidos, que ficaram à mão ao descer automaticamente com apenas um toque.

Home Cinema | Roseana Desenso Monteiro, Vani Mazoni e Maria Cristina Sampaio Franco – Planos horizontais elevados, com acabamento em carpete e madeira, marcaram as áreas de sentar. O forro de gesso acompanha a diferença de altura, deixando o espaço mais descontraído e com movimento.

Sala de Leitura | Juliana Mistro e Juliana Boer – O projeto trabalhou a madeira como revestimento, deixando o espaço sofisticado e acolhedor. O desenho desses painéis, brincando com o sentido dos veios, deu ares de marchetaria.

Sala de Banho da Escritora | Juliana Le Grazie e Leandro Rocha – Detalhe para o desenho da cuba construída que setoriza os espaços: totalmente nivelada com a bancada, rasgos perimetrais garantem o escoamento.

Quarto do Geek | Luciana Hakim, Vanessa Viali e Bia Ferrari – Uma grande mesa com tampo de vidro deixou exposta toda a estrutura interna de uma CPU, que juntamente com a iluminação, deu ares futuristas e descolados ao ambiente.
Copa da Família | Ana Helena Ferrari Vieira – Painéis de madeira criaram um grande nicho que abraça o ambiente, um elemento arquitetônico interessante que setoriza as áreas e enfatiza a característica linear do espaço.

Spa do Casal | Leticia Salles Rocha Telles e Fabiana Martinatto Rocha – A setorização dos espaços reservou áreas confortáveis e relaxantes de estar. O elaborado desenho da marmoriaria delimitou banheiras, área de duchas e até um escalda-pés.

Varanda do Casal | Erica Bragion – O trabalho na parede de fundo do ambiente, com aplicação de espelho sob perfis azuis de marcenaria, amplia drasticamente o espaço, além de trazer modernidade e personalidade.
Sala de Banho do Casal | Barbara Di Monaco e Solange Tannuri – O desenho do layout foi a chave para a setorização dos espaços, deixando bem reservada a área do vaso do restante do ambiente. A bancada dupla em península delimita a área de banho logo após.

Quarto da Neta | Kátia El Badouy – Deliciosamente leve e acromático, a arquiteta caprichou nos elementos arquitetônicos como os arcos e o forro inclinado, sugerindo a existência de um sótão. Vale muito observar os detalhes do desenho da lareira em pedra. Um luxo.

Quarto de Hóspedes | Maira Del Nero – A solução espacial com diferenciação na altura do pé-direito deu movimento à circulação. O interessante foi o aproveitamento do espaço para a criação de uma mini galeria, onde ficam apoiadas obras de arte.

Banho de Hóspedes | Ana Lúcia Porto – Bastante contemporâneo, o desenho do conjunto bancada + gabinete fugiu totalmente do convencional: a marcenaria sobre pela bancada criando uma caixa que envolve a cuba, onde ficam escondidas as gavetas, garantindo um visual mais clean.
Música e Poesia | Marcelo Dias e Michel Lebedka – O desenho do grande painel de marcenaria retroiluminado.

Espaço EPTV | Aldomar Caprini – Daquelas soluções que dão sensação do “por que não pensei nisso antes?”, os montantes utilizados na estruturação de placas de gesso acartonado percorrem o teto e descem pelas paredes, deixando a luz escapar por suas extremidades. Apaixonante.

Loft Carvalho | Fernando Consoni – Com certeza o melhor projeto de aproveitamento de espaço da mostra, onde cada canto esconde portas, nichos, armários e gavetas. O espaço é fluido e cuidadosamente elaborado para abrigar todas as necessidades de um pequeno apartamento, dividido em dois pavimentos. Vale destacar o sistema sobe-desce da TV que pode ser usada tanto na sala térrea, quanto no quarto do pavimento superior.

(Artigo assinado por Maycon Flamarion – especial para o MONDO MODA)

Um comentário

Os comentários estão fechados.