Salas do Cinemark do Iguatemi Campinas ganham nova tecnologia de poltronas

Cinemark - Poltrona Box @ divulgação
Cinemark – Poltrona Box @ divulgação

O Cinemark do Iguatemi Campinas ganhou as poltronas D-BOX, que são equipadas com sensores eletrônicos extremamente precisos e se movimentam para simular vibrações, quedas e trepidações, oferecendo ao público a sensação de participar do filme.

A nova tecnologia está disponível em um total de 52 poltronas em duas salas (5 e 6), incluindo uma das salas XD (Extreme Digital Cinema), que possui tela até 40% maior que as convencionais e som mais potente.
Fabricadas no Canadá, as poltronas são vermelhas e estão instaladas em uma área central e privilegiada das salas de exibição, que conta com uma iluminação especial. Elas contêm controles individuais, que permitem a cada espectador regular a intensidade dos movimentos e até desligar o equipamento. Por questões de segurança, as cadeiras possuem um detector de peso, que determina o momento de ativação e desativação do assento.
A tecnologia busca capturar os movimentos e sensações dos filmes e baseia-se em agitações e vibrações repentinas dos assentos, por meio de mecanismos extremamente silenciosos e imperceptíveis para os outros espectadores. Para que os filmes sejam ajustados à tecnologia D-BOX, são necessárias entre 300 e 400 horas em estúdio para concluir a codificação de cada conteúdo.
Pioneira na oferta de novidades na área de cinema, como a primeira sala com tecnologia 3D da América do Sul e a sala de exibição com conceito VIP, foi a Cinemark quem também trouxe as D-BOX ao país. O formato chegou à Cinemark Brasil depois de uma bem-sucedida experiência em países como Estados Unidos, Peru, Chile e Colômbia.
Os ingressos para as poltronas que possuem tecnologia D-BOX contam com valores diferenciado, que variam de R$ 37 a R$ 52.

Um comentário

Os comentários estão fechados.