As primeiras Barbies negras da história

Em agosto passado, a Mattel fez barulho ao lançar a Claudette Gordon Barbie Doll, primeira da coleção Harlem Theatre, assinada pelo designer Carlyle Nuera. Personagem ficticial, Claudette foi uma cantora da Era do Jazz, de 1920, com direito a cabelo curto e encaracolado, vestido bordado, luvas e profusão de colares. Ela chega com um charmoso microfone. Vendo a boneca, surge a questão: quando surgiu a primeira Barbie Negra?

Anos 60

Barbie Christie

A Barbie nasceu no dia 09 de março de 1959, ou seja, está caminhando para os 60 anos. Todo mundo fala das loiras… Mas e das negras? Falando nisto: você sabe qual foi a primeira Barbie negra da história?
Na versão oficial, a primeira boneca negra da Mattel (empresa que lançou a Barbie) surgiu em 1968 com o nome de Christie. Na realidade, não era uma Barbie. Era uma ‘das amigas’ da loira, assim como Teresa (latina) e Midge (ruiva).

Porém, antes de Christie, existiam Tammy, Misty, Julia, Tressy e ‘Colored Francie’. Tammy nasceu em 1965, nas versões ‘adulta (cabelo curto e encaracolado)’ e ‘adolescente’. Depois nasceu a Misty. Porém, tanto uma quanto a outra eram variaçoes da boneca loira e com traços caucasianos e só se diferenciavam na cor do cabelo (preto) e olhos (castanhos).

Colored Francie - 1967
Colored Francie – 1967
Em 1967, a Mattel lançou a ‘Colored Francie’ (nota o editor: ‘colored’ é uma palavra usada pelos americanos mais tradicionais para se referir aos negros, tipo ‘moreninho’, que muitas pessoas idosas falam como se chamar de ‘negro’ fosse uma ofensa?).
A ‘Colored Francie’ era a prima ‘moderna’ da Barbie. Usava roupas no estilo Mod, com mini-vestidos e mini-saias coloridas com estampas geométricas – igual ao estilo das garotas de Carnaby Street (Londres). Ela era menor e ‘mais escura’ que a Christie, contudo, seus traços ainda eram caucasianos. Foram produzidas em duas versões: na primeira, tinha olhos azuis e cabelos ruivos e na segunda, olhos castanhos.
Em 1968, chegou a citada Christie, com traços e cabelos negros. No ano seguinda, surgiram as versões com cabelos vermelho e laranja. Em 1969, a Mattel lançou a Júlia, versão da personagem Julia Baker, protagonista de uma série de TV, estrelada por Diahann Caroll, que fez muito sucesso na época. No mesmo período, a empresa inglesa Palitoy lançou a Tressy, contudo, diferente das bonecas da Mattel, elas eram de plástico e com o rosto pintado.
Anos 80
Oficialmente, porém, a primeira Barbie Negra surgiu apenas em 1980. Desde então, sofreu modificaçoes que fidelizaram suas características. Edições especiais, como Barbie Naomi Campbell ou Barbie Diana Ross, são itens de colecionador.
Barbie Basics - 2011
Barbie Basics – 2011
Realidade
Apesar deste histórico, no qual acompanhamos as mudanças da boneca da Barbie Negra, outro dia, durante uma apresentação de uma palestra, onde uso Barbies de diferentes raças para contar a História da Moda no Século XX, depois de ver morenas, negras, ruivas e orientais, uma aluna pegou uma loira e falou toda empolgada: ‘Nossa! Finalmente uma Barbie de verdade!’.
Pois é…
(Artigo assinado pelo Publisher Jorge Marcelo Oliveira)


Barbie Negra Linha do Tempo

2 comentários

  1. Olá!
    Muito bacana vc falar dessas bonecas que pouca gente conhece!
    Mas deixa eu acrescentar umas coisinhas pro seu post ficar mais completinho:
    A Francie foi lançada em 1966, branquinha e nas versões loira ou morena. Em 1967 surgiu a negra (que era igualzinha à anterior, só que com o plástico de outra cor) com olhos castanho claro e cabelo escuro, acontece que o material oxidavava e deixava a fofa ruiva!
    Não venderam muito bem e pararam de fabricr, portanto são difíceis de achar hj em dia!
    Vc coleciona? Tem alguma antiguinha da família?
    Qqr dúvida me manda recado que eu adoro a família Barbie!
    bj e bom dia!

    😀

    Curtir

Os comentários estão fechados.