Ambientes mais votados pelo público na Campinas Decor 2017

O Home Cinema, assinado por Rita e Nilza Diniz e o Jardim de Festas, assinado por Áurea Monteiro, foram os ambientes internos e externos (paisagismo) escolhidos pelo público da Campinas Decor 2017, que aconteceu de 05 de maio a 18 de junho, num casarão em estilo alemão da década de 50, no Parque Taquaral.
O evento contou com 45 ambientes assinados por alguns dos mais renomados profissionais de arquitetura, decoração e paisagismo de Campinas e região metropolitana. Em uma área total de quatro mil metros quadrados, a mostra também conta com 14 projetos feitos em contêineres, que foram transformados em espaços de moradia, trabalho e convivência.

Coquetel Polo Arqdec na Campinas Decor 2017 @ Guilherme Gongra

Confira os cinco ambientes internos e os dois externos:
1° – Home Cinema
As designers de interiores Nilza Alves e Rita Diniz, que estiveram presentes em todas as edições da Campinas Decor, idealizaram um ambiente de cinema com 43 m2, voltado para uma residência. Nesse espaço elas ofereceram os melhores e mais modernos equipamentos já desenvolvidos. A partir disso, criaram diferenciais em iluminação, revestimentos e layout de mobiliário para a família e amigos desfrutarem momentos prazerosos. O grande destaque do projeto é o forro e paredes iluminados e revestidos com espuma e tecido para obter uma boa acústica. Também foi aplicado MDF amadeirado nas paredes para criar uma atmosfera moderna e aconchegante junto à marcenaria. No piso, as profissionais usaram carpete de nylon com estampa exclusiva em tons cinza e preto e nas paredes tecido grafite. Nas poltronas foram colocados sensores que vibram de acordo com o som e imagem dos filmes. Foi instalada no espaço uma rampa de acesso para atender às normas e criado espaço de bar e computador com nichos para guardar filmes e livros. A iluminação é indireta e bem projetada para manter o equilíbrio dos revestimentos escuros nas paredes e teto, sem prejudicar a imagem projetada.

Campinas Decor 2017 – Home Cinema – Nilza e Rita Diniz @ Leandro Farchi

2° – Terraço Celebration
A designer de interiores Alessandra Santos Scatolin assina este projeto com 75 m² de área e a premissa de criar uma varanda aconchegante, sofisticada e funcional, utilizando materiais sustentáveis que podem ficar expostos ao tempo para que o público possa se inspirar. Outro ponto importante destacado por ela é promover a conexão entre as pessoas que estão mais próximas ou mais distantes da tecnologia. Como o Terraço Celebration é um dos últimos espaços da mostra, a profissional pensou em diferentes ambientes onde o público pode desfrutar, descansar, conversar, ouvir uma boa música, carregar seus celulares e contemplar. O destaque ficou para o banco paramétrico criado pela própria designer em material reciclado pintado de cobre, dando requinte e elegância a uma peça sustentável. O projeto tem estilo rústico e as cores predominantes são: verde nas plantas (vida), marrom das madeiras (aconchego), preto e cobre (sofisticação). A iluminação é intimista, elaborada com LED. As madeiras usadas no ambiente são de reflorestamento (pinus e eucalipto).
3° – Living
Os arquitetos Adriano Stancati e Daniele Guardini projetaram este ambiente de 57m², em estilo casual, convidativo e funcional. Eles criaram um espaço com uma atmosfera aconchegante e acolhedora, pensado para receber os amigos e passar momentos de descontração com a família, privilegiando a interação entre as pessoas, proporcionando um ambiente perfeito para bate-papo, tomar um bom vinho e reunir as pessoas. A madeira é um dos materiais mais presentes e isso aquece o espaço, contrastando com a frieza do cimento queimado e do espelho. Essa mistura se dá de maneira suave e delicada, reforçando o ar sofisticado, arrojado e contemporâneo. Uma das paredes é inteiramente abraçada por um painel de madeira em freijó ripado, com uma iluminação indireta, que uma cria uma atmosfera amigável. A sanca iluminada – “lavando” o painel ripado de freijó – e uma cortina em suede acompanham a arquitetura da residência moderna e deixam o ambiente ainda mais acolhedor. O jardim vertical é formado por plantas preservadas (plantas verdadeiras que passaram por um processo de liofilização), perfeitas para compor os ambientes internos, pois não precisam de nenhuma manutenção ou irrigação e trazem a natureza para perto. O winebar é composto por uma enorme prancha de Garapeira maciça e uma adega de vinhos.
4° – Loft Contemporâneo
A busca pelos valores essenciais da vida norteou o projeto da arquiteta Ana Helena Ferrari Vieira ao assinar este ambiente. Ela adotou materiais nobres, usando conceitos minimalistas, para trazer simplicidade ao espaço. O layout adotado deixou o ambiente simples e elegante. Um refúgio para uma pessoa prática. Um espaço feliz no astral e na estética, sem pesar. O maior desafio foi desenvolver o projeto dentro de um contêiner, criando um espaço não industrial. Um grande rasgo – janela horizontal- traz a natureza para o interior do loft. Pontos de luz focados apenas onde há necessidade, sem excessos, criaram uma atmosfera mais tênue. No paisagismo, o intuito foi criar um jardim denso – com várias espécies mescladas, como se fosse uma mata fechada, deixando a natureza bem perto. As obras de arte foram escolhidas com muito cuidado. Na sala – foto “Carnaval” de Marina Calderon, escultura de Ildeu Lazarinni e foto “Criança” de João Henrique Martini. No quarto a dupla série “Br Motels” de Alexandre Furcolin Filho e “Crianças” de Marina Calderon.
5° – Quarto do Filho
A arquiteta Andrea Ottoni criou este quarto temático de acordo com o hobby do filho: carros. Dentro do tema, ela desenvolveu um ambiente no qual o menino pode descansar, ver seus filmes e corridas prediletas, receber os amigos, estudar e se divertir. O espaço transformou-se em um amplo dormitório, um verdadeiro pitstop. Por isso, a profissional escolheu o modelo de seu carro favorito como layout para ser a cama do jovem e literalmente “estacionou a máquina” no centro do quarto. O carro/cama foi todo esculpido em madeira, acende faróis, abre as portas e tem tecnologia disponível para servir de cockpit ao piloto mirim. O carro de corrida, desenvolvido pela Oliver Móveis, foi esculpido através de um maquinário de última geração que beneficia a madeira elaborando o desenho projetado, permitindo ao arquiteto dar asas à imaginação. A tecnologia também está presente no sistema de home com projeção sobre vidro, que pode ser visto de qualquer lugar do dormitório, com área de 21m². O projeto tem estilo contemporâneo e as cores predominantes do ambiente são neutras, como tons naturais, madeira, cinza.

Paisagismo

1° – Jardim das Festas
Um espaço para festas e muita diversão ao ar livre, onde o jardim já existente no local, as árvores frutíferas e os coqueiros ganham total valorização. Essa foi a proposta da arquiteta Áurea Monteiro, que assina este ambiente. Entre os destaques deste espaço estão alguns bancos e um bar, todos elaborados com sistema construtivo conhecido como gabião (pedras ensacadas em telas galvanizadas e encapadas com PVC). As pedras – basalto cinza– ficam aparentes e integradas a toda a natureza ao seu redor. Os móveis em fibra de vidro foram desenhados pela profissional e podem ficar expostos às intempéries. A luminotécnica foi desenvolvida para valorizar a vegetação e as copas das árvores. Outro destaque fica por conta da mesa de bilhar para jogar com os pés, de 35 m². As cores predominantes são verde, cobre, cinza e marrom.

Campinas Decor 2017 – Jardim de Festas – Áurea Monteiro @ Leandro Farchi

2° – Piscina
A arquiteta Daniella Antunes e as arquitetas paisagistas Ivana Moraes e Taís Whyte assinam o ambiente Piscina, de 390m². O projeto traz um conceito contemporâneo de ambientação, com plantas tropicais, folhagens e texturas diversas que abraçam o espaço, trazendo sofisticação e um forte conceito de brasilidade. Revestimentos cerâmicos que têm na natureza sua fonte de inspiração, assim como materiais brutos e naturais (dormente e o aço corten) permitem uma leitura acolhedora do espaço e convidam o visitante a usufruir de um momento de relaxamento e descanso. O revestimento interno da piscina, a grande floreira metálica sobre a piscina (onde parte da vegetação invade a lâmina de água) e o formato em lâminas do piso externo são os três pontos altos do projeto. O mobiliário em madeira natural e resina permite um resultado contemporâneo e ao mesmo tempo orgânico e muito agradável. As luminárias de piso em cobre foram desenhadas especialmente para o ambiente – o conceito é trazer uma outra leitura para as peças de iluminação externa. Sem espreguiçadeiras, o ambiente recebeu almofadas para que o usuário se acomode com mais conforto à beira da piscina. No paisagismo, predomínio de folhagens, brincando com a coloração das espécies e suas alturas, como por exemplo: orelha de elefante, capim azul, barba de serpente, grama preta, fênix, dinheiro em penca, moreia branca e estrelícia branca.