Marc Jacobs aposta na ‘estética do feio’ para a coleção Spring 2018

Roupa não tem que ser ‘bonitinha’, ‘certinha’ ou ‘combinadinha’. Quem gosta disso é Consultora de Moda, que vive pregando regras para pessoas inseguras.
O estranho, o inusitado e o esquisito são fundamentais para mostrar o ‘outro lado’ das roupas. Lembre-se: lá nos anos 30, Elsa Schiaparelli se apropriou dos fundamentos de movimentos artísticos, em especial do surrealismo, para mostrar que moda poderia ser estranha e divertida.
Bebendo na fonte do ‘polêmico’, Marc Jacobs apresentou sua coleção Spring 2018 durante a Semana de Moda de Nova York, com o foco na proporção.
Com uma pegada Sportwear e 80s, a silhueta Oversized esconde o corpo com casacos, vestidos drapeados, mangas num ombro só, golas, turbantes e tudo mais, numa palheta de cores que transita dos cítricos, azul, pink e neutros. Para os vestidos de noite, profusão de paetês.
Entre os acessórios, a infame pochete, chinelos e outras bizarrices nos pés.
A estética do feio caracteriza 2017.

Marc Jacobs Spring 2018 @ Getty