Os mais famosos gays e lésbicas da história

O Brasil vive um momento de retrocessos. Depois do cancelamento da exposição Queermuseu em Porto Alegre, agora, o juiz do Distrito Federal Waldermar Cláudio de Carvalho liberou psicólogos a trataram gays e lésbicas como doentes, podendo fazer terapias de ‘reversão sexual’, sem sofrerem qualquer tipo de censura por parte dos conselhos de classe. A decisão é liminar e acata parcialmente o pedido de uma ação popular orquestrada por psicólogos evangélicos. Esse tipo de tratamento é proibido desde 1999 por uma resolução do Conselho Federal de Psicologia.

Orientação do Desejo

Homossexualidade é uma orientação do desejo. Não se escolhe sua orientação. A única opção, se é que possa usar essa palavra, é vivencia-la ou não. Plenamente ou não.
Entender seu desejo é o primeiro passo para uma vida sem conflitos na sexualidade. Compreende-lo é uma forma de vivência livre e saudável.
Sendo assim, o que seria ‘reverter’, se a orientação do seu desejo nasceu com você?
Primeiro de tudo é entender que desejo não se muda. Você nasce com ele. Não será qualquer interversão da família, escola, amigos ou clube que mudará algo que está intrínseco na sua natureza. Também não é uma escolha condicionada por alguma vivência cultural.

Matemáticos, santos, escritores

Alan Turing: durante a Segunda Guerra Mundial, trabalhou para a inteligência britânica num centro especializado em quebra de códigos. Foi chefe do Hut 8, seção responsável pela criptoanálise da frota naval alemã. Planejou uma série de técnicas para quebrar os códigos alemães, incluindo uma máquina eletromecânica que poderia encontrar definições para a máquina Enigma alemã. Considerado, por muitos, o homem que salvou o mundo do nazismo.

Alan Turing @ Reprodução

Joana D’Arc: heroína francesa da Igreja Católica. É a santa padroeira da França e foi chefe militar da Guerra dos Cem Anos, durante a qual tomou partido pelos armagnacs, na longa luta contra os borguinhões e seus aliados ingleses. Foi executada pelos borguinhões em 1431. Camponesa, modesta e analfabeta, foi uma mártir francesa e também heroína de seu povo, canonizada em 1920, quase cinco séculos depois de ter sido queimada viva em um auto de fé.
Michelângelo: foi um pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano, considerado um dos maiores criadores da história da arte do ocidente. Entre suas criações, o Teto da Capela Sistina (1512, Vaticano), Juízo Final (1541, Capela Sistina, Vaticano), a Pietà (1499), o David (1504 – Galeria da Academia, Florença, Itália), Leda e o Cisne (1530), a Criação de Adão, São Paulo (1504 – Catedral de Siena, na Itália) e Fachada para a capela de Leão X (1515 Castel Sant’Angelo).

Criação de Adão, afrescos por Michelangelo Buonarroti na Capela Sistina (1475-1564, Itália) @ Reprodução

Sergei Diaghilev foi um empresário artístico russo e fundador dos Ballets Russes (1909 a 1929), companhia de bailado que influenciou o ballet contemporâneo. Ele contratou, entre outros profissionais, o compositor russo Igor Stravinsky, o artista espanhol Pablo Picasso, o artista francês Henri Matisse e o poeta e cineasta francês Jean Cocteau. Entre os dançarinos, contou com Anna Pavlova, Tamara Karsavina, George Balanchine e Vaslav Nijinski.
Mark Bingham: lutador de judô, levantador de peso e jogador de rugby, foi quem invadiu o cockpit do United 93 e conseguiu desviar o avião que teria se chocado contra o Capitólio americano ou a Casa Branca.
Walt Whitman foi um poeta, ensaísta e jornalista norte-americano, considerado por muitos como o “pai do verso livre”. Paulo Leminski o considerava o grande poeta da Revolução americana, como Maiakovsky seria o grande poeta da Revolução russa.
Oscar Wilde: foi um influente escritor, poeta e dramaturgo britânico de origem irlandesa. Depois de escrever de diferentes formas ao longo da década de 1880, ele se tornou um dos dramaturgos mais populares de Londres, em 1890. Hoje ele é lembrado por seus epigramas e peças, e as circunstâncias de sua prisão, que foi seguido por sua morte precoce. Entre suas obras, a mais famosa é ‘O Retrato de Dorian Gray’.

Oscar Wilde @ Reprodução

Frederico, o Grande: foi o Rei da Prússia de 1740 até sua morte. Ele é mais conhecido por suas vitórias militares, sua reorganização do exército prussiano, patronagem das artes e o iluminismo na Prússia.
Michel Foucault: foi um filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo e crítico literário. Suas teorias abordam a relação entre poder e conhecimento e como eles são usados como uma forma de controle social por meio de instituições sociais. Embora muitas vezes seja citado como um pós-estruturalista e pós-modernista, Foucault acabou rejeitando essas etiquetas, preferindo classificar seu pensamento como uma história crítica da modernidade. Seu pensamento foi muito influente tanto para grupos acadêmicos, quanto para ativistas.

Outros: Leonardo Da Vinci (Monalisa), Mario de Andrade (Macunaíma), Santos Dumont (pai da aviação).

Políticos, Atletas e Artistas

Políticos: Harvey Milk (primeiro político assumidamente gay eleito para um cargo público nos EUA), Johanna Sigurdardottir (primeira ministra da Islândia), Guido Westerwelle (ministro das Relações Exteriores da Alemanha), Berthand Delanoë (Prefeito de Paris), Anisse Parker (Prefeita de Houston, EUA) e Jean Wyllys (Deputado Federal)
Atletas: Greg Louganis (saltos ornamentais), Amelie Mauresmo (tenista), Martina Navratilova (tenista), Orlando Cruz (boxeador), Jason Collins (jogador de basquete).
Cantores: Freddy Mercury, Ney Matogrosso, Elton John, George Michael, Cazuza, Renato Russo, Ricky Martin, Michael Stipe, Darren Hayes (Savage Garden), Marc Almond (Soft Cell), Rob Halford (Judan Priest), Mark Feehily (Westlife), Rufus Wainwright, Lance Bass (‘NSync), Jimmy Somerville (Bronski Beat), Andy Bell (Erasure), Adam Lambert, Neil Tennant (Pet Shop Boys), Boy George e RuPaul Charles.

George Michael @ Reprodução

Cantoras: Marina Lima, Mart’nalia, Ana Carolina, Adriana Calcanhoto, Cássia Ellen, Melissa Etheridge, Tracy Chapman, k.d. lang, Joan Jett, Maria Bethânia, Gal Costa, Simone, Queen Latifah, Ruby Rose, Sinéad O’Connor, Dusty Springfield, Beth Ditto.

Ruby Rose @ Divulgação

Atores: Ian McKellen, Jim Parson, Wentworth Miller, Luis Fernando Guimarães, Marcos Nanini, Cheyenne Jackson, Neil Patrick Harris, Zachary Quinto, Matt Bomer, Victor Garber, Diogo Villela, Miguel Falabella, Jesse Tyler Ferguson (Modern Family), Luke Evans, Alan Cumming, Billy Eichner, Stephen Fry, Rock Hudson, Montgomery Clift.

Matt Bomer @ Divulgação

Atrizes: Jodie Foster, Sarah Paulson, Ellen Page, Cara Delevingne, Cynthia Nixon, Lily Tomlin, Jane Lynch, Portia de Rossi, Cherry Jones, Kelly McGillis, Ellen DeGeneris, Rosie O’Donnel e Samira Wiley.

Cynthia Nixon, a Miranda de Sex And The City @ Divulgação

Estilistas: Tom Ford, Marc Jacobs, Yves Saint Laurent, Alexander Wang, Valentino Garavani, Gianni Versace, Giorgio Armani, Karl Lagerfeld, Nicholas Ghèsquiere, Alexander McQueen, Clodovil Hernandez, Isaac Mizhari, Jean Paul Gaultier, Perry Ellis e Zac Posen.

Marc Jacobs @ Reprodução

Autores de Novelas: Aguinaldo Silva (Império, Tieta), Gilberto Braga (Babilônia, Vale Tudo, Anos Rebeldes, Anos Dourados), Walcyr Carrasco (Eta Mundo Bom, Verdades Secretas), João Emanuel Carneiro (Avenida Brasil).

Diretores de Cinema: Bryan Singer, Pedro Almodóvar, Pier Paolo Passolini, Gus Van Sant, Lee Daniels, Tom Ford, John Waters, Ryan Murphy, Rob Marshall, Alan Ball, Bill Condon, Todd Haynes, Kimberly Peirce, Tate Taylor, Stephen Daldry, Joel Schumacher, Nicholas Hytner, Lisa Cholodenko, Michael Patrick King, Paris Barclay, Roland Emmerich, John Cameron Mitchell, Alejandro Amenábar, Darren Stein, Paul Bartel. George Cuckor, John Schlesinger, Gregg Araki, Terence Davies, James Ivory, Franco Zeffirelli.

Tom Ford @ Reprodução

3 comentários

Os comentários estão fechados.