Exposição na Itália celebra os 50 anos da Ermenegildo Zegna

A exposição Uomini all’italiana 1968 celebra os 50 anos da marca italiana masculina Ermenegildo Zegna, que acontece nos domingos, das 14h30 às 18h30, na Casa Zegna, em Trivero, na Itália.
A mostra narra as origens do ready to wear da marca italiana entre 1968 e o fim da década de 1970. Fotografias, materiais vintage e looks da época são alguns dos itens da exibição que celebra os 50 anos do prêt-a-porter da Ermenegildo Zegna.

Sobre a marca

A empresa foi fundada em 1910 por Ermenegildo Zegna. Aos 18 anos fundou a Lanifício Zegna (fábrica de lã) e o que viria a tornar-se num dos negócios familiares mais conhecidos e mais dinâmicos da Itália. Tinha o sonho de que criaria, nas suas palavras, “os tecidos mais lindos do mundo”.

Interiors CASA ZEGNA Uomini all’italiana – Photo: © Andrea Pisapia / Spazio Orti 14

Ermenegildo teve também uma grande visão: transformar o ambiente e as vidas daqueles em seu redor. Em 1932, Trivero já tinha uma assembleia, biblioteca, ginásio, cinema/teatro e piscina pública. No espaço de alguns anos, construiu um centro médico e uma escola de enfermagem. Entretanto, dedicava-se ao ambiente local e à paisagem, plantando centenas de árvores e construindo a “Panoramica Zegna”, uma estrada de 14 km que liga Trivero e Bielmonte, um resort turístico, 1500 metros acima do nível do mar.
No início dos anos 80, esta visão tinha sido realizada numa empresa totalmente integrada em termos verticais. A Zegna tinha controlo sobre cada parte da sua cadeia de fornecimento: detendo tudo desde uma quinta na Austrália até fábricas em Itália, fabricando casas de corte de tecido na Suíça até boutiques onde os tecidos eram vendidos para todo o mundo.

Interiors CASA ZEGNA Uomini all’italiana – Photo: © Andrea Pisapia / Spazio Orti 14

Não sendo habitual para uma marca de homem, a Ermenegildo Zegna está totalmente integrada a nível vertical, ajudando a que supervisione a mais elevada qualidade: do pasto das ovelhas até ao pormenor dos botões, num fato feito à medida.
Cada geração da família tem estado envolvida na consolidação da visão da Ermenegildo Zegna, garantindo que o nome Zegna permaneça intemporal. Em 1972, lançou o seu serviço Su Misura. Em 1980, abriu a primeira boutique em Paris. A que se seguiram lojas em Londres, em 1983, e Milão em 1985. Quando abriu a sua boutique no Palace Hotel, em Pequim, em 1991, foi a primeira marca de luxo masculina ocidental a abrir na China, em linha com a sua estratégia de entrar cedo nos mercados emergentes.

Interiors CASA ZEGNA Uomini all’italiana – Photo: © Andrea Pisapia / Spazio Orti 14

A diversificação da oferta, que agora inclui desde vestuário a acessórios, o crescimento acelerado, bem como a preservação do espírito empresarial mostrado por Ermenegildo Zegna no desejo constante de melhorar e olhar para o futuro. As duas principais marcas do grupo são a gama Ermenegildo Zegna e a gama Z Zegna, a qual tem como alvo um mercado mais jovem. O grupo desenvolveu e patenteou vários tratamentos de tecidos incluindo Trofeo, High Performance e Elements.
Atualmente, o Grupo Ermenegildo Zegna tem mais de 7000 funcionários a nível mundial e um total de 525 lojas (298 das quais são operadas diretamente). Mais de 90% das vendas do Grupo provêm das exportações; a China continua a ser o principal mercado, seguido pelos EUA. Atualmente, os tecidos Zegna são ainda uma das exportações mais aclamadas de Itália.