As atrizes negras premiadas no Oscar e no Emmy

Em 90 anos de história, o Oscar premiou oito atrizes negras (uma principal e sete coadjuvantes). Matemática: protagonistas são premiadas desde a primeira cerimônia, em 1929 e coadjuvantes desde 1937. Não levando em conta as premiadas quatro vezes (Katherine Hepburn), três vezes (Meryl Streep e Ingrid Bergman) e duas vezes (Frances McDormand, Cate Blanchett, Jodie Foster, Sally Field, Jessica Lange, Hillary Swank, Jane Fonda, Maggie Smith, Dianne Wiest, Betty Davis, Helen Hays, Vivien Leigh, Olivia De Havilland, Glenda Jackson, Elizabeth Taylor, Shelley Winters e Louise Rainer), a academia premiou 171 atrizes, sendo oito negras. 

Em 69 anos, o EMMY contempla categorias diversas para atrizes – Protagonistas e Coadjuvantes em Série Drama, Série Comédia e Minissérie ou Filme p/TV e Convidadas especiais em Séries Dramas e Comédias. No total, 19 atrizes foram premiadas – incluindo quatro vitórias de Alfre Woodard, três de Cicely Tyson, duas de Uzo Aduba e Regina King.

Matemática: principais (em série drama e comédia) concorrem desde a primeira cerimônia em 1949 (138 premiadas). Coadjuvantes (nas duas categorias – drama e comédia) começaram a concorrer em 1954 (126 premiadas) e Atrizes de Minissérie ou Filme p/TV e Convidadas (drama e comédia) entraram no páreo em 1975 (42 premiadas na primeira categoria e 84 nas outras duas). Resumindo: em 390 vitoriosas no EMMY, 19 foram negras.

OSCAR

Hattie McDaniel foi a primeira a vencer pelo papel de Mammy, em ‘… E o Vento Levou’ em 1940.

Hattie McDaniel Oscar 1940 @ Reuters

51 anos depois, Whoopi Goldberg ganhou pelo papel em ‘Ghost’, em 1991. Halle Berry quebrou um paradigma ao vencer o primeiro (e único) Oscar de Melhor Atriz (protagonista) pelo papel em ‘A Última Ceia’, em 2001.

Jennifer Hudson (Dreamgirls, 2007), Mo’nique (Preciosa, 2010), Octavia Spencer (Histórias Cruzadas, 2012), Lupita Nyong’o (12 Anos de Escravidão, 2014) e Viola Davis (Um Limite Entre Nós, 2017) foram premiadas como coadjuvantes.

Além delas, a cantora e compositora Irene Cara levou um Oscar em 1983 pela canção ‘Flashdance – What a Feeling’, dividido com Giorgio Moroder e Keith Forsey.

Em tempo, além do Oscar, Viola Davis conta com 83 premiações em cinema e televisão – incluindo o Globo de Ouro, Emmy, BAFTA e quatro SAG (prêmio do Sindicato dos Atores). Ela também recebeu dois Tony e três Drama Desk Award – as duas premiações mais importantes do teatro americano.

Whoopi Goldberg é a única representante do EGOT – um acrónimo das quatro principais premiações da indústria do entretenimento americana – EMMY (TV), Grammy (Música), Oscar (Cinema) e Tony (Teatro).

EMMY

No Emmy, a principal premiação da indústria da televisão americana, Diahann Carroll foi a primeira negra indicada como Melhor Atriz em Série Comédia por ‘Julia’, em 1969. Porém, a primeira vitória na categoria aconteceria apenas em 1981 com a vitória de Isabel Sanford em ‘The Jeffersons’. Nenhuma outra negra venceu, desde então.

Viola Davis foi a primeira negra premiada como Melhor Atriz em Drama por ‘How To Get Away With a Murden’, em 2015.

Na categoria Atriz em Minissérie ou Filme P/TV, Cicely Tyson (The Autobiography of Miss Pittman, 1974), Lynn Whitfield (The Josephine Baker Story, 1991), Alfre Woodard (Miss Evers’Boys, 1997), Halle Berry (Introducing Dorothy Dandrigde, 2000) e S. Epatha Merkerson (Lackawanna Blues, 2005) foram negras premiadas. A última é responsável por um dos discursos mais engraçados da história da premiação.

Beah Richards (Frank’s Place, 1988) e Uzo Aduba (Orange is the New Black, 2014) foram às únicas negras premiadas como Atriz Convidada em Comédia.

Uzo Aduba Emmy 2015 @ Photo by Jason LaVeris/FilmMagic

As negras convidadas em Série Dramáticas que venceram o Emmy foram: Alfre Woodard (L.A.Law, 1987 e O Desafio, 2003), Beah Richards (O Desafio, 2000) e Loretta Devine (Grey’s Anatomy, 2012).

Na categoria coadjuvante em Série Comédia, Jackee Harry (227, 1987) é a única premiada em série comédia. Em drama, Gail Fisher (Mannix, 1970), Alfre Woodard (Hill Street Blues, 1984), Madge Sinclair (Gabriel’s Fire, 1991), Mary Alice (I’ll Fly Away, 1993) e Uzo Aduba (Orange is the New Black, 2015).
Na categoria atriz em Minissérie ou Filme feito p/tv (hoje, o nome é Limited Serie), Olivia Cole (Raízes, 1977), Esther Rolle (Summer of My German Soldier, 1979), Ruby Dee (Decoration Day, 1991), Cicely Tyson (Oldest Living Confederade Widow Tells All, 1994) e Regina King (American Crime, 2015 e 2016).

Alfre Woodard Emmy 1987 @ Reuters

Recordista: Alfre Woodard tem quatro vitórias em 18 indicações. No total, a atriz conta com 32 prêmios de atuação.