Giorgio Armani aposta no ‘freestyle’ para o Outono-Inverno 2020

Giorgio Armani adotou um estilo ‘livre’ na segunda linha da Emporio Armani que apresentou na Semana de Moda de Milão nesta quinta-feira (21), apostando numa coleção que disse proporcionar “um repertório de possibilidades” para os guarda-roupas femininos de inverno.
O estilista de 84 anos iniciou o desfile batizado de “Freestyle” com jaquetas oversize estampadas em branco ou gengibre usadas com vestidos.
Suas jaquetas sob medida tradicionais foram combinadas com calças largas, e os vestidos apareceram com estampas em preto e branco, grandes gravuras quadriculadas e letras espaçadas formando as palavras “Emporio Armani”.
As modelos também usaram calças legging brilhantes como látex na linha outono/inverno 2019.

“O único limite é o bom gosto”, disse Armani aos repórteres sobre o tema “Freestyle”. “Isso significa não passar do ponto, ser original sem exagerar, saber quando dizer chega.”

Toques de organza surgiram em macacões, calças e jaquetas de sarja. Jaquetas curtas apareceram em veludo estampado, material também usado em calças pretas combinadas com tops negros adornados com detalhes de peles.
Para a noite, as modelos entraram primeiro com vestidos pretos brilhantes e transparentes, seguidos por trajes de vermelho vibrante em uma variedade de estilos – sem alça, com frente única, bordados e cingidos na cintura com gemas brilhantes.
Havia combinações de noite de top e calças vermelhos e shorts e jaquetas em vermelho vibrante. A maioria foi usada com botas de cano alto vermelhas muito altas, e até as bolsas de noite eram vermelhas.
Os outros calçados consistiram de botinhas vermelhas à altura do tornozelo abertas atrás e sapatos pontudos com saltos geométricos.