A obra Flores do Campo de Louis Janmot

Flores do Campo é uma pintura em madeira feita em 1845 por Louis Janmot. Em 1893, foi adquirida pelo Musée des Beaux-Arts de Lyon, na França, onde tem estado até hoje.
A pintura mostra uma jovem sentada ao ar livre cercada de flores e borboletas. Ela tem dois buquês de flores em suas mãos: no seu colo, é feito de copos-de-leite, margaridas e escovinhas e outro composto de papoulas.
Ao fundo, a paisagem mostra campos verdejantes e as montanhas da região de Bugey. O céu é azul, com algumas nuvens brancas, próximas às montanhas, o que indica que a cena se passa no fim de tarde.
Cada flor, assim como a face da jovem, é pintada com extrema precisão; as cores usadas são doces e um pouco de melancolia emana da cena. O olhar da jovem parece conter um pouco de seriedade.
A pintura foi exibida no Paris Salon em 1845 e na Exposition Universelle (1855), também em Paris, entre outras exibições. Ela foi restaurada em 1974.

1845 Flores do Campo Louis Janmot @domínio público

A Enciclopédia Larousse descreve esse trabalho como “bem-balanceado”. No entanto, não é certo se a pintura é o retrato de uma jovem conhecida de Janmot, pois as suas roupas não condizem com o seu tempo, mas lembram os retratos pintados no período da Renascença. Essa pode ser uma pintura de flores, visto que esse tipo de arte era muito popular em Lyon no século XIX. Mas, talvez, a jovem seja a deusa Flora e a pintura é uma reflexão sobre transitoriedade do tempo.