Todos os tipos de Nhoque

Jocielly Bobinsky @ Acervo pessoal

Coluna assinada pela chef Jocielly Bobinsky

Nhoque é uma daquelas receitas italianas que nos dão conforto. O conhecido prato italiano reúne sabor e história. Embora os historiadores não consigam precisar o momento exato, sabe-se que o primeiro prato de nhoque foi produzido no século 17.
Racionada, a farinha de trigo não faltava na despensa dos ricos, que continuavam a cozinhar suas massas. Já os pobres precisavam inventar um jeito de transformar o pão velho – ralado ou moído – era misturado com um pouquinho de farinha e água quente.
A massa era modelada em cilindros e cortada em toquinhos, que depois eram cozidos em água ou em um caldo de vegetais e ossos de galinha. E não é que ficava bom? Com o tempo, até os ricos copiaram a ideia.
A batata foi a última a entrar na história, pois chegou à Europa no século 18.
Hoje, cada região da Itália tem sua versão de gnocchi (a grafia em italiano). Há receitas com ovos, com farinha de castanhas e ainda preparações doces. Os nomes variam – cavatelli (Molise e Apúlia) e pisarei (Emilia-Romagna) –, em formato de conchinha, às vezes com ranhuras feitas numa tábua própria, são alguns exemplos.
Existem muitas receitas de nhoque de batata, umas mais simples que outras.

Nhoque @ Reprodução

Nhoque de mandioca com ragu de linguiça

1kg de mandioca cozida e amassada
1 gema peneirada
3 colheres (sopa) de margarina
1 colher (sopa) de farinha de trigo
4 colheres (sopa) de amido de milho
Sal a gosto
Farinha de trigo para enfarinhar
Queijo parmesão ralado para polvilhar
Molho
4 colheres (sopa) de azeite
600g de linguiça toscana triturada sem pele
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
2 latas de tomate pelado picado
1/2 xícara (chá) de água
1/2 pimenta dedo-de-moça picada
1 talo de salsão picado
Sal a gosto
Modo de preparo

Leve uma panela ao fogo médio com a mandioca, a gema, a margarina, a farinha, o amido e sal, mexendo até engrossar. Retire do fogo e deixe amornar. Faça rolinhos com a massa sobre uma superfície enfarinhada e corte em pedaços de 2cm. Cozinhe, aos poucos, em água fervente até que subam à superfície. Retire com uma escumadeira e reserve em um refratário grande.

Para o molho, aqueça uma panela com o azeite, em fogo médio, e frite a linguiça por três minutos. Adicione a cebola e o alho e frite até dourar. Adicione o tomate pelado, a água, a pimenta, o salsão, abaixe o fogo e cozinhe por dez minutos, mexendo algumas vezes. Tempere com sal, misture e cozinhe por mais cinco minutos ou até formar um molho encorpado. Despeje o molho quente sobre os nhoques, polvilhe com parmesão e, se desejar, decore com uma folha de manjericão fresco para servir.