Os 45 anos de Kate Moss

Em 2007, quando o Victoria & Albert Museum, em Londres, dedicou uma exposição à era dourada da alta costura, Kate Moss chegou à inauguração com um vestido Christian Dior de cetim cor champanhe. E um modelo básico e chic – estilo da modelo perpetuado pela modelo inglesa nos anos 90.
Logo após entrar no museu, Courtney Love pisou na cauda do vestido, provocando um pequeno rasgão que nas horas seguintes se transformou numa cratera. Dizem que foi sem querer…

Kate Moss e o Dior na festa do Victoria & Albert Museum Londres 2007 @ Reprodução

Sem se abalar, Kate Moss rasgou a parte de baixo da peça, deu um nó na altura da cintura com o que restava do pano e, com o vestido transformado em minissaia.
Ou seja, nem em seus piores momentos Kate Moss se mostrou disposta a abandonar a festa. Há 30 anos, ela é uma legítima Party Girl. Hoje, ela chega aos 45 anos.
Com 300 capas no currículo, mesmo longe das passarelas, Kate estrela campanhas para Stella McCartney, Vivienne Westwood e Burberry.
Descoberta no aeroporto JFK de Nova York aos 14 anos, aos 16 estrelou num editorial assinado pela fotógrafa britânica Corinne Day para The Face. Foi a imagem do conceito Heroin Chic dos anos 90, que marcou uma Era. A própria apareceu em capas de jornais britânicos consumindo ‘substâncias’. Nada disso tirou seu brilho.
Em 2012, em entrevista à Vanity Fair, Moss recordava assim suas fotos em topless feitas por Corinne Day:

“Agora vejo uma menina de 16 anos, e pedir a ela que tire a roupa seria muito estranho. Mas me disseram: ‘Se você não fizer, não vamos mais te contratar’. Então me tranquei no banheiro para chorar, depois saí e fiz.”

Enfim… Entre altas e baixas, no saldo final, Kate continua com o título de ícone da moda britânica.