Entenda o que foi o Glam Rock

 

O Glam Rock durou pouco tempo, mas seu efeito foi provocativo. Nascido na Inglaterra entre o final de anos 60 e começo dos 70, o movimento surgiu como uma provocação à estética Hippie.
O Glam (também conhecido como Glitter Rock) foi marcado pelo excesso na produção – tanto na roupa (lurex, lantejoulas, paetês, saltos plataformas) e maquiagem (cílios postiços, batons e sombras em cores vibrantes, purpurina), quanto na atitude (era importante ‘posar’ ou seja, criar um personagem). Tudo com muito glamour.
Junta-se a isto outro componente fundamental para entender o movimento: a androginia.

A ideia era confundir, polemizar e bagunçar com os conceitos de gênero masculino e feminino, criando uma confusão visual, que causou entre os caretas da época.

Os melhores representantes foram os roqueiros David Bowie, Marc Bolan, Iggy Pop e Lou Reed.
Provocar foi levado a sua mais alta potência. Era um movimento que pegou na Inglaterra – nos EUA, o Glam Rock se limitou as cidades de Nova York e Los Angeles, principalmente entre os fãs das músicas – que durou até 1973.

Influências

Em 2010, o filme ‘The Runaways’ resgatou a estória da banda feminina que abalou o machista universo do rock nos meados dos anos 70.
The Runaways (2010)

No começo do filme, a personagem Cherie Currie (Dakota Fanning) é apaixonada pela estética Glam de David Bowie, a ponto de fazer uma dublagem no concurso de música do colégio.

Sua atitude moderna e provocativa causa estranhamento nos colegas, que atiram objetos no palco, impedindo que a garota termine a performance. Ela não se abalou.
Quando ela se junta a Joan Jett e as outras garotas da banda, que fazia punk-rock, seu visual fica mais pesado e sensual – mas mantem elementos da estética original.

BRASIL

No Brasil, apesar da distância da música rock, o Dzi Croquette – talentosos grupo brasileiro (liderado por um bailarino americano, Lennie Dale) se apresentava ora com os corpos seminus, ora com roupas masculino-femininas, e ainda abusando de maquiagem excessiva – visualmente falando, é uma referência.

Além do grupo, Ney Matogrosso – líder do grupo ‘Secos & Molhados’ bebeu diretamente desta fonte. Porém, Ney está num patamar acima de tanta coisa que merece um outro post.

2 comentários

  1. Oi Marcelo, parabéns pela excelente matéria sobre o Glam Rock. David Bowie realmente usou e abusou do brilho, glamour excêntricidade e androgenia, e nosso Ney também! Ficou ótima. Estou pesquisando bastante sobre isto e amei, me ajudou muito. Obrigado!

    Curtir

Os comentários estão fechados.