Os relógios mais cobiçados do mundo

A história dos relógios de pulso está ligada à aviação brasileira. Santos Dumont precisava de um acessório que lhe permitisse controlar, com maior comodidade, os tempos de voo. Cartier entrou na jogada.

O tempo passou. O acessório ganhou status de produto desejado, mas viu seu interesse ruir quando o celular assumiu a função inicial do produto: marcar as horas.

Nos últimos tempos, porém, com o aumento de pessoas contrárias ao excesso de tecnologia, os relógios ganharam uma sobrevida. Pelo menos entre os colecionadores.

Confira uma lista com as marcas de relógio mais desejadas do mundo preparada pelo leiloeiro Cristiano Arcieiro, da Cap Joias.

Jaeger LeCoultre – Fundada em 1833, a suíça Jaeger-LeCoultre é um grande símbolo da elegância masculina. Você consegue comprar seus relógios mais básicos a partir de uns US$ 4 mil, mas há modelos que chegam aos 5 ou 6 dígitos, como o Master Grande Tradition Grande Complication de US$ 372 mil.

Calibre Jaeger-LeCoultre 101 @ divulgação

Audemars Piguet – A Audemars Piguet, nascida na Suíça em 1875, oferece alguns dos relógios mais complexos, belos — e caros — do mundo. Seus clientes precisam desembolsar na casa de US$ 10 mil para comprar os modelos de entrada. Depois? O céu é o limite. O Royal Oak Tourbillon Chronograph, por exemplo, custa US$ 270 mil.

Royal Oak Tourbillon Chronograph @ divulgação

Vacheron Constantin – Criada em 1755, a marca suíça foi usada por muitos monarcas e presidentes desde sua criação. Seu valor transita entre US$ 11 mil até milhões. O Les Cabinotiers  é vendido a US$ 631 mil.

Vacheron Constantin-Métiers d’Art L’éloge de la Nature@ Divulgação

Patek Phillippe – Considerada por muitos a relojoaria mais sofisticada do planeta, a marca nasceu em 1851. Pelo menos US$ 15 mil você deve estar disposto a investir num relógio da casa. Modelos acima dos US$ 100 mil são vários, como o Minute Repeater Tourbillion  de US$ 720 mil. O relógio mais caro já vendido na história, em leilão, é deles: o The Henry Graves Supercomplication, por US$ 24 milhões.

Relógio Patek Philippe Supercomplication @ divulgação

Breitling – Nascida em 1884, a suíça é a inventora do cronômetro moderno e muito popular entre os aviadores. Ter um Breitling no pulso custa pelo menos uns US$ 3 mil e avança até US$ 40 mil ou mais. O Breitling Mark VI Complications 29 é vendido por US$ 82 mil.

Breitling Mark VI Complications 29 @ divulgação

Hublot – A marca tem uma história meteórica. Enquanto quase todas as marcas de relógio desta lista são centenárias, ela foi fundada na Suíça em 1980 e rapidamente se consolidou como uma grande relojoaria mundial. Há diversos modelos lindos entre US$ 4 e US$ 10 mil, mas a oferta também é grande para quem deseja subir alguns patamares. É o caso do Big Bang Tourbillon Power Reserve de US$ 80  mil.

Hublot Big Bang Tourbillon Power Reserve @ divulgação

Cartier – Famosa por seus relógios e joias, a francesa Cartier estreou em 1847, e teve sempre uma relação bem próxima com a realeza britânica e mundial. Alguns relógios mais simples da Cartier custam a partir de US$ 5 mil, mas a maior parte do catálogo é de US$ 20 mil para cima. Caso do Rotonde de Cartier Mysterious Double Tourbillon, avaliado em US$ 157 mil.

Rotonde de Cartier Mysterious Double Tourbillon @ divulgação

Tag Heuer – O bronze do ranking ficou com a suíça TAG Heuer, fundada em 1860. A marca é conhecida pela precisão dos cronômetros e possui um vínculo forte com a Fórmula 1 — tanto que Senna usava um de seus relógios. A maior parte de sua linha é entre US$ 1,5 mil e US$ 6 mil, com certos modelos especiais chegando a territórios elevados tipo os US$ 50 mil do Carrera Mikrograph Watch.

Tag Heuer Carrera Mikrograph Watch @ divulgação

Rolex – Segundo a Forbes, é a marca mais valiosa do setor relojoeiro. Fundada na Inglaterra em 1905, ela acabou migrando para a Suíça pouco tempo depois. Hoje tem uma presença forte no esporte, especialmente tênis e Fórmula 1. Porém, a marca é a preferida no mercado de falsificação.

Rolex Oyster Perpetual Cosmograph Daytona em Aço Oystersteel @ divulgação