Artigo ‘Profissão: Blogueira de moda’

Christene Berberich - Refinery29 é 2º blog mais acessado do mundo @ Divulgação
Christene Barberich – Refinery29 é 2º blog mais acessado do mundo @ Divulgação
Os blogs mudaram o conceito de moda no século XXI. A partir deles uma maior parte da população pode ter contato a conhecimentos da moda.
As chamadas blogueiras não são jornalistas, publicitárias, estilistas ou criticas, mas exercem uma junção desses papéis: são consumidoras influentes que ditam a moda através de suas publicações.
Por serem de livre acesso e terem uma linguagem fácil e descontraída, (alguns) blogs influenciam muito mais do que as passarelas. Suas páginas coloridas e bem organizadas atraem a atenção de milhares de leitores, além da confiança gerada pelo contato próximo com a blogueira através dos comentários.
Essas blogueiras captam as tendências mostradas nas passarelas e as inserem em looks casuais, postados periodicamente com o famoso nome “look do dia”, característico por uma foto e a descrição das peças e suas marcas. Esse tipo de publicação também pode ser rentável para a dona do blog através de parcerias com marcas com as quais se identificam, podem ganhar até R$20 mil com uma publicação, conhecida como “publipost”. Também são convidadas a assinar coleções ou até mesmo cria-las com parceria de marcas famosas.
Foto do blog The Sartorialist @ Scott Schurman
Foto do blog The Sartorialist @ Scott Schurman
Algumas blogueiras faturam até R$100 mil reais por mês com a venda de espaços publicitário, seja ele em fotos, textos ou vídeos associados a um produto de determinada marca. Além dos blogs, o instagram de pessoas influentes possui o mesmo efeito publicitário.
O lado negativo dessas publicações é a perda da credibilidade do blog. Muitos leitores deixam de acompanha-lo por acreditarem estar sendo influenciados por uma determinada marca.
Atualmente, por uma ordem do Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) essas publicações são obrigadas a deixar explícito que são rendáveis.
Nem tudo é glamour, de inicio para alcançar o sucesso às blogueiras trabalham duro. Gastam horas do dia produzindo os posts e tirando fotos, investem em webdesigners e fotógrafos, e tiram do próprio bolso o dinheiro para comprar as roupas.
Os blogs de maior sucesso têm como característica comum entre eles, ter ao menos três anos de vida e não ter nascido com a proposta comercial.
O 1º lugar na lista é o blog americano ‘The Sartorialist, criado por Scott Schuman. Ele se destaca por mostrar pessoas em seu habitat natural e seus estilos autênticos. Diferente do famoso “look do dia”, no qual a blogueira aparece como modelo de sua própria foto, Scott capta a imagem de homens e mulheres em seu dia a dia. Uma curiosidade do blog é que ele ainda mantem o domínio blogspot.com.
Um dos blogs mais acessados no Brasil é o ‘Garotas Estupidas’ de Camila Coutinho, que está no 8º lugar na lista dos 99 blogs mais influentes do mundo criada pelo portal de tendências Signature9. Ele recebe mais de 100 mil acessos por dia, assim como o ‘Blog da Thássia’, criado pela publicitária Thássia Naves. O 11º blog mais influente do mundo também é brasileiro: o ‘Super Vaidosa’, de Camila Coelho, é famoso pelos tutoriais de maquiagem.
Outros blogs brasileiros – ‘Chata de Galocha’, ‘Lala e Maria Rudge’, ‘Depois dos Quinze’, ‘Fashionismo’, ‘Just Lia’ e ‘Julia Petit’ – estão entre os 99 blogs de moda mais influentes no mundo. Também na lista, o ‘Pausa para Feminices’ da campineira Bruna Tavares, que alcançou a 78ª posição no ranking essa semana. Segundo a jornalista Bruna, ela conta que seu blog conseguiu unir trabalho e diversão.
Foto do blog The Sartorialist @ Scott Schurman
Foto do blog The Sartorialist @ Scott Schurman
Os blogs de moda deixaram de ser hobbys e tornaram-se uma profissão. Conseguiram fazer a junção da publicidade com a informação sem que seus leitores perdessem o interesse – um vespeiro que as empresas jornalísticas nunca quiseram arriscar.
A mídia impressa é prejudicada com isso, pois não possui a facilidade de acesso e frequentes atualizações de informações como os blogs. Pensando nisso, as revistas de moda também criaram um espaço virtual com parceria de blogs.
(Artigo da estudante de jornalismo Louise Fávaro – especial para o MONDO MODA)

Um comentário

Os comentários estão fechados.