Tudo sobre a ‘meia masculina’

Homens com meias coloridas @ Divulgação
Homens com meias coloridas @ Divulgação

As meias, item comum do nosso vestuário, possuem um simples propósito: proteger os pés do atrito causado pelos calçados. E claro, reter a transpiração dos pés e seus respectivos odores.

Hoje, ganharam o status de item fashion do guarda-roupa e podem levantar por completo um look mais básico, sejam em tons quentes, neutros ou o que o estilo possa permitir.
A primeira regra básica do guarda-roupa masculino extremamente formal começa pelos pés: todo homem deve usar meias até os joelhos, para que se evite mostrar as pernas ao estar sentado ou em pé. A exceção é obviamente no Verão, quando até se torna aceitável a opção de abolir o uso de meias. Partindo deste princípio, outra regra de grande importância deve ser seguida sem grandes questionamentos: em ocasiões formais, a meia deve necessariamente seguir o mesmo tom da calça ou do sapato. Ou seja, calça preta e meia preta, sapato marrom e meia marrom. E ponto.
A democracia da moda, assim como a individualidade, podem ser as máximas atuais nos discursos dos mais modernos, mas não existe nada mais cafona e sem senso, como aquele que usa uma vestimenta formal e meias brancas esportivas para arrematar o look. É algo gritantemente fora se questão e sim, proibido até para os mais descolados de plantão. Somente para Michael Jackson esse visual ficava interessante (mas isto era nos anos 80!).
Ao adquirir novas peças para o guarda-roupa, geralmente os homens não ligam muito para o estilo, mas sim para o preço em questão e abusam dos pacotes de meias esportivas, democratizando este item para qualquer ocasião. Namoradas, noivas, esposas e amantes, que habitualmente fazem compras para seus parceiros, também não se atentam à importância de uma boa escolha das meias. Acabam também por cair nas graças dos pacotões de ofertas “leve cinco e pague três”. Ao investir em meias novas, ainda que mais caras, opte sempre pelas de boa qualidade. Não existe nada pior que elástico de meia frouxo. Boas meias geralmente são mais caras e sempre têm uma durabilidade maior. E nada de meias puídas, furadas, rasgadas… Nem preciso dizer o por quê. E uma dica mais que preciosa na hora das compras: meias lisas são sempre uma ótima opção para aqueles que nem sempre se encontram seguros ao seguir ousadias fashionistas. Elas são fáceis de combinar com qualquer calçado e até mesmo peças do vestuário, já que as estampadas, exigem sempre um maior senso fashion.
Leve sempre em consideração não somente a cor do sapato, mas também, a cor da calça, casaco e assim por diante. Para iniciados, uma meia que contraste com o restante pode ser uma boa maneira de personalizar o look. As estampadas e coloridas estão em alta e quanto maior o contraste, melhor o resultado. Para aqueles que querem apostar em estilo, comecem por padronagens pequenas em fundo preto. Como as de gravata. Gradativamente, habitue-se com o contraste para aí sim abusar das opções que o mercado hoje oferece. Usar meias no mesmo tom de cor da calça é uma dica básica e primordial para aqueles que não querem errar. E sim, alongam a silhueta: suas pernas parecerão mais compridas e você, consequentemente mais alto.
As últimas temporadas de moda internacionais aboliram o uso das meias. Vários desfiles apresentaram sapatos sociais imponentes e a canela à mostra. Uma boa opção de stylist para quem não precisa necessariamente estar em dia com uma vestimenta formal. Já para a calça jeans. O ideal é que a cor da meia dialogue entre a calça e o calçado. Meia branca esportiva nem sempre causa um bom resultado. Na dúvida, vai de meia preta!
E que fique claro e definitivo para sempre: meia branca esportiva só deve aparecer na academia, na corrida do parque, no passeio de bicicleta…
Deixe a cafonice de calça social com meia branca e sapato para os evangélicos de plantão!
(Artigo do jornalista Juliano Silveira – editor do blog Na Língua do Ju – especial para o MONDO MODA)
(Fotos: Reuters | Getty Images | Banco de Imagens)