Impressões de Elaine Carvalho sobre a edição 2018 do Salone Mobile Milano

Visito a “Salone Mobile Milano/Milano Design Week” há mais de 10 anos e vou passar aqui um pouco da minha impressão. Além do ISalone 2018, existem exposições paralelas, o chamado “Fuori Salone”. Esse evento também cresce a cada ano, como aumenta também o número de visitantes.
Em 2018, andar pelos pavilhões como pelas exposições paralelas estava uma loucura. Ver tudo é impossível. Procuro selecionar o que mais gosto e pesquisar com a imprensa os que são mais comentados.
Costumo ir ao primeiro dia no salão. Visito os pavilhões 16 e 20 e 5 e 17, que são os do design e dou uma olhada nas cozinhas e banheiros.
Iniciei a visita pela Kartel que sempre é um stand imenso e muito criativo. Nessa edição, depois de anos de pesquisa, a empresa lançou seus primeiros produtos feitos com folhas de madeira, assinados por Philipe Stark – que estava lá para apresentar suas criações para os visitantes.

No restante do salão vi muitas novidades. Os sofás componíveis em “L” ou em canto em muitas versões continuam muito presentes. A novidade é que os tons de camurça, marrom e caramelo aparecem bastante quebrando a hegemonia do cinza.
Novidade também é a mistura de dois tecidos diferentes no mesmo sofá. Estampados, tecidos tramados e estampa “príncipe de Gales” reinaram.

Nas cores os tons terrosos permanecem, mas vi muito verde musgo e marsala.

Na Baxter que é uma das minhas preferidas, usaram caramelo com tom de azul acinzentado. Ficou muito bacana. A mesinha de apoio em vidro estampado trouxe um toque original e inovador. Adorei.

Os pavilhões de cozinhas e banheiro estavam incríveis. O que mais chamou a atenção foi a utilização do mesmo material das bancadas. Porcelanatos também revestiam as portas dos armários, criando efeitos simples, mas ao mesmo tempo muito sofisticados. As cozinhas ficaram tão lindas, pois poderão ser integrada aos ambientes de estar.

No Fuori Salone a cidade inteira respira decoração. As lojas de rua se preparam para receber os visitantes e ótimas exposições se espalham por toda cidade, vou citar algumas:
Moooi – Aconteceu na Via Tortora. Sempre apresenta um design cênico e cores fortes. A linha de tapetes e tecidos explora o imaginário do universo dos animais extintos. As luminárias são um show. No ano passado usei uma na “Campinas Decor”;

ISalone 2018 @ Elaine Carvalho

Louis Vuitton – Aconteceu no Palazzo Bocconi. Apresenta a coleção de objetos nômades inspirados em viagens. Vaso em couro patchwork em forma de pétalas dos irmãos Campana;

ISalone 2018 @ Elaine Carvalho
  • Hermes – Investiu em cores criando uma instalação tipo um labirinto de azulejos marroquinos, e cada sala, havia peças da sua coleção;
ISalone 2018 @ Elaine Carvalho

Bottega Veneta – Tomas Maier (diretor criativo) criou uma mostra de 205 metros dentro do Palazzo Gallatati Scotti um luxo;

ISalone 2018 @ Elaine Carvalho

Paola Lenti – Sempre um show a parte… As cores vibrantes predominaram neste ano e as ambientações estavam lindas.

ISalone 2018 @ Elaine Carvalho

O Brasil marcou presença em eventos específicos, como a Solos (Jader Almeida), que apresentava uma coletiva na exposição no Palazzo Lita. A Be Brasil levou várias peças de muitos designers brasileiros. Em sua frente, estava a loja da Etel Carmona onde acontecia outra exposição bem legal.

  • FOTOS 6893 e 6892
    Muitos eventos, coquetéis, jantares aconteceram. É uma grande festa que reúne pessoas do mundo inteiro. Sempre uma ótima experiência.