A coleção ‘Rosa Del Inca’ de Lydia Courteille

Inspirada em viagens para a Argentina, Lydia Courteille descobriu a rodocrosita – mineral constituído por carbonato de manganês, com composição química MnCO₃. Descoberta em Cavnic, Maramureş, Roménia, em 1813. O seu nome deriva da palavra grega para cor-de-rosa.
Também conhecida como ‘Rosa Del Inca’, a pedra evoca a lenda de um casal que viveu um amor proibido, no qual os corpos foram encontrados como uma pedra no qual o sangue lembrava pétalas.

Sobre a designer

Ao lado da Place Vendome na rua Saint Honoré, em Paris, uma pequena loja reúne colecionadores, especialistas e curiosos em descobrir o mundo de raridades de Lydia Courteille.
Transitando pelo contemporâneo e pelo antigo, o maximalismo está presente nas criações mais ousadas da Alta Joalheria. Misturando as mais raras pedras preciosas, as criações de Lydia ultrapassam o básico ‘fiozinho de ouro com discreto pendente’. Esqueça! A conversa aqui é atitude.
Desde 1998, Lydia é responsável por 50 coleções no qual dividiu com seus clientes suas paixões, conhecimento e criatividade.
Misteriosos símbolos da arqueologia e fauna e flora estão presentes numa mistura que raramente se encontra na Alta Joalheria.

“Faço joias como outros escrevem poesia”