Os molhos indicados para cada Massa

Jocielly Bobinsky @ Acervo pessoal

Coluna assinada pela Chef Jocielly Bobinsky – especial para o MONDO MODA

Você sabe qual é a melhor combinação entre massas e molhos? A verdade é que uma boa massa tem o espaço reservado nos almoços de família do fim de semana, seja com molho branco, à bolonhesa ou um delicioso macarrão de forno.
Entenda como deixar esse prato ainda mais saboroso unindo os tipos de massa com os molhos mais indicados!

A escolha da massa faz toda a diferença

Você pode optar por massa fresca ou seca (industrializada). No caso das massas adquiridas no mercado, é interessante investir em molhos mais temperados, que levem azeite e alho para dar mais sabor ao prato”,

MASSAS FINAS E COMPRIDAS

As massas como espaguete e linguine, apesar de combinarem com praticamente qualquer tipo de molho, são as mais indicadas para molhos líquidos, não muito cremosos, como o molho de tomate e bechamel. Eles também caem bem com vegetais e frutos de mar.

Linguini com molho pesto @ Daniela Meira – Globo

MASSAS MAIS LARGAS

Não dá para negar que esse tipo de macarrão guarda um lugar especial no nosso coração, né? Os fetuttines e talharins são mais utilizados para molhos encorpados, como o carbonara e o alfredo, dois molhos muito conhecidos no mundo inteiro. Além deles, essas massas ficam deliciosas com ragus e cogumelos. E, assim como os espaguetes, fica ótimo com frutos do mar.

Fettuccine alla Carbonara @ Reprodução

MASSAS MENORES

As massas menores são bem conhecidas dos brasileiros, como o penne e o fusili (famoso parafuso). Por conta de terem buraquinhos ou, como o fusili, ser uma “mola”, esse tipo de macarrão permite que os molhos se entranhem, fazendo com que a massa fique ainda mais suculenta.
Por isso, os molhos do tipo cremosos, como quatro queijos e bolonhesa, são excelentes combinações para essa massa. O penne com molhos cremosos, como molhos de queijo e presunto.

Penne ao Molho de Tomate @ Reprodução

MASSAS RECHEADAS

Os raviolis e capelettis são deliciosos e você pode encontrá-los prontos e recheados de diversos sabores.
Pode servi-lo com um molho branco bem gostoso, mas a melhor maneira de servi-los é em sopas, com saladas ou gratinado. Uma ideia também é refogá-los em uma mistura de manteiga e ervas finas.

Capeletti in brodo @ Bruno Geraldi – Claudia

Dica para um molho de tomate
5 tomates
2 dentes de alho
6 folhas de manjericão (de preferência fresco)
½ colher (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
1 xícara de suco ou molho de tomate
Sal e orégano a gosto

Modo de preparo

Corte o tomate e retire a pele e as sementes. Corte em cubos.
Pique o alho em pedacinhos e leve para dourar no fogo médio com azeite de oliva.
Adicione o tomate em cubos sem pele e sem semente e deixe refogar por cinco minutos.
Acrescente o suco ou molho de tomate.
Coloque o sal e o açúcar.
Adicione o orégano a gosto e deixe o molho ferver por até 20 minutos em fogo baixo.
Por fim, adicione o manjericão e deixe o molho descansar com a tampa da panela fechada por mais alguns minutos.