Filme Fashion: The Breakfast Club completa 30 anos

Celebrando o 30º aniversário, The Breakfast Club (O Clube dos Cinco, tradução que recebeu no Brasil) marcou uma geração, principalmente os adolescentes de 1984, que se identificavam com os dramas de Claire Standish (Molly Ringwald), Allison Reynolds (Ally Sheedy), Andrew Clark (Emilio Estevez), Brian Johnson (Anthony Michael Hall) e John Bender (Judd Nelson, que disputava com Robert Downey Jr, o título de ‘Bad Boy’ da época).
Por mau comportamento, cinco estudantes do Ensino Médio ficam detidos numa sala de aula por um sábado inteiro com a missão de escrever um longo texto, com mais de mil palavras, sobre o que eles pensavam sobre si mesmos. De grupos diferentes (o esportista, a popular, o sensível, a estranha e o rebelde), eles acabam se conhecendo melhor e descobrindo semelhanças comuns a todo adolescente (relacionamento complicado com os pais, virgindade, não querer cometer os mesmos erros dos adultos, etc.).
Com direção de John Hugues, o filme se tornou um cult, celebrado como um dos melhores retratados da juventude da classe média da época, influenciando diversos filmes do gênero que surgiram desde então. O jornal Entertainment Weekly o apontou com um dos 50 Melhores Filmes Sobre o Ensino Médio. Em 2005, o MTV Movie Award o premiou com o ‘Silver Bucket of Excellence Award’, no seu 20o. aniversário.
A trilha sonora transformou ‘Don’t You (Forge About Me), do grupo Simple Minds num mantra da época e os figurinos assinados por Marilyn Vance se tornaram uniformes, como as jaquetas jeans (referência total dos 80s), a Varsity, a camisa xadrez, a saia longa, a bota cano longo de couro, o maxi tricô, a calça cintura alta, a semi baggy, o lencinho no pescoço e os óculos Ray Ban.
Depois do filme, o elencou entrou para o ‘Brat Pack’, título dado pela imprensa da época para definir um grupo de atores de sucesso que atuavam juntos em diversos filmes (outros nomes eram Rob Lowe, Andrew McCarthy e Demi Moore). Um ano depois, Molly Ringwald estrelou ‘A Garota de Rosa-Shocking’, que fez enorme sucesso e a transformou numa das atrizes mais populares da década. O personagem John Benden inspirou o criador dos Simpson a criar o rebelde ‘Nelson Muntz’.
Infelizmente, com o final da década de 80, a carreira dos cinco atores estagnou e nenhum voltou a fazer um trabalho relevante.
(Artigo assinado por Jorge Marcelo Oliveira)

5 comentários

Os comentários estão fechados.