Comfort food é tendência na gastronomia

Artigo escrito pelo Chef Bruno Monteiro – Especial para MONDO MODA

Bruno Monteiro @ Facebook
Bruno Monteiro @ Facebook

Preparados com toda delicadeza e afeto, como nossas mães e avós faziam, os comfort foods proporcionam uma verdadeira viagem no tempo, aquecem nossos corações e dão uma sensação de prazer ao paladar. Por isso se tornaram uma nova tendência da gastronomia!
Eu conheci essa palavra no meu intercambio em 2003/4 quando fui para Dallas, Texas nos Estados Unidos. Por ser uma mistura de vários povos, o estado mistura elementos da cultura a comida latina e sulista americana, chamada tex-mex – fusão da comida texana com a mexicana.
Cada um tem a comfort food de preferência, mas existem algumas que realmente aquecem a alma, propósito do nome: a comida que conforta! Existe também um pouco de influencia do paladar infantil das pessoas, que atualmente vem sendo explorado em programas de TV, especificamente em dois shows do GNT, o ‘Que Marravilha: Chato Pra Comer’, do chef Claude Troisgois e ‘Socorro Meu Filho Come Mal’.

Os programas exploram respectivamente o paladar infantil do “chato” e tenta criar pratos que ele coma sem reclamar. Muitos deles estão limitados a batata frita e coisas do tipo. Assim é bem legal o desafio. Já o segundo leva uma nutricionista ao lar de mães cujos filhos não comem, têm problemas com frutas, verduras e legumes e tenta, de maneira divertida, mudar o hábito alimentar deles. Vale assistir!
Alguns exemplos de comfort food são o espaguete bem cozidinho, picado com molho de carne moída ou salsicha que comíamos quando criança, Mac and cheese (macarrão com queijo fundido derretido, bem comum nos EUA), sopa de legumes com macarrão de letrinhas, salgadinhos de festa em geral (esses são irresistíveis!), o clássico brasileiro arroz, feijão bife e batata frita, ovos quentes, polenta mole com molho de tomate, enfim vale o que vier que nos remeta a infância.
Minha ultima dica: encontre a sua e sempre que estiver triste, com frio, com saudades da infância ou de algum ente querido, coma!

Um comentário

Os comentários estão fechados.