Confira os ambientes mais votados pelo público da Campinas Decor 2016

Campinas Decor 2016 - 33 Loft do Cervejeiro @ MONDO MODA2
Campinas Decor 2016 – 33 Loft do Cervejeiro @ MONDO MODA

Loft do Cervejeiro (Roseana Monteiro, Vani Mazoni e Elton Casarin), Loft Praia (Nilza Alves e Rita Diniz), Quarto da Gêmea Bailarina (Juliana Pires, Gisele Gonçalves e Christiane Di Domenico), Espaço Gourmet (Ana Carla Costa Leme e Tânia Monteiro), e Quarto do Casal (Daniele Guardini e Adriano Stancati) foram os ambientes mais votados pelo público que visitou a Campinas Decor 2016, que aconteceu de 13 de maio a 24 de julho, no Palácio do Cristal, no Lago do Café, no bairro Taquaral, em Campinas. No paisagismo, o Convívio e Lazer (Fernando Saldanha e Henrique Leme) e Jardim Circular (Tarcísio Almeida dos Santos e Aurora Miloni Garcia).
Celebrando seus 21 anos, a mostra contou com 52 espaços internos e externos preparados por 73 arquitetos, designer de interiores, paisagistas e engenheiros civis e agrônomos da RMC.

Campinas Decor 2016 - 30 Loft da Praia @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 – 30 Loft da Praia @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 - 23 Quarto do Casal @ MONDO MODA1
Campinas Decor 2016 – 23 Quarto do Casal @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 - 50 Espaço Gourmet @ MONDO MODA3
Campinas Decor 2016 – 50 Espaço Gourmet @ MONDO MODA
Campinas Deocr 2016 Convívio e Lazer @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 Convívio e Lazer @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 - 02 Jardim Circular @ MONDO MODA
Campinas Decor 2016 – 02 Jardim Circular @ MONDO MODA

Sobre o Palácio de Cristal
A realização da Campinas Decor no Palácio de Cristal foi viabilizada devido a um termo de permissão de uso firmado entre a organização do evento e a Secretaria Municipal de Cultura. O termo tem como objetivo a cooperação entre o governo municipal e a iniciativa privada para a conservação do prédio.
Organização e expositores recuperaram o imóvel assinado pelo arquiteto Roberto José Goulart Tibau, em 1971. Erguida na época para receber o Instituto Brasileiro do Café, a construção abrigava até o início deste ano o Arquivo Municipal de Campinas.
O prédio projetado por Tibau possui forte influência do estilo do arquiteto franco-suíço Le Corbusier, pela predominância do concreto aparente, tirando partido da robustez e vigor que o emprego do material viabiliza. A obra em escala monumental se funda no jogo entre o vidro e as possibilidades escultóricas do concreto armado. É um prédio surpreendente que, lamentavelmente, é desconhecido pela população. Ou seja, coube a organização de uma mostra de decoração e paisagismo se encarregar de apresenta-la a cidade.

Um comentário

Os comentários estão fechados.