São Paulo terá primeiro edifício de madeira

Com o tema do Pavilhão Brasileiro “Muros de Ar”, o Triptyque Architecture apresentará projeto – o primeiro edifício em madeira no Brasil (Vila Madalena – São Paulo), previsto para 2020 – na Bienal de Arquitetura de Veneza, que acontecerá de 26 de maio a 25 de novembro.
O projeto será uma colaboração entre a empresa de florestamento AMATA e o escritório franco-brasileiro Triptyque Architecture e contará com 13 andares com área total de 4.700 m² para contemplar múltiplos usos, como co-working, co-living, lojas e restaurantes.

Urban Forest @ divulgação

O projeto pretende criar uma ligação entre o interior e exterior do ambiente construído. Entre o público e o privado, espaços que convidam adentrar o projeto em suas áreas comuns, desconstruindo “Muros” físicos e mentais aos quais vivemos aprisionados. Um novo olhar sobre projetos arquitetônicos e sobre a construção que possibilita transposições culturais, que integra disciplinas, resignifica comportamentos, conceitua novas ambiências e amplia perspectivas éticas.
O uso da madeira como material estrutural é um modelo para a arquitetura urbana sustentável: a madeira é o único material de construção renovável e que retém o gás carbônico acumulado em todo o seu ciclo de vida.
Com silhueta escalonada, integra-se na topografia desnivelada do bairro Vila Madalena em São Paulo, criando um passeio arquitetônico amigável que convida ao convívio e inspira.

Urban Forest @ divulgação