Uma breve história sobre as roupas de plástico

Fashionista que é fashionista não gosta de modismo, tendência ou qualquer papagaiada popular que infesta as vitrines das lojas fast-fashion. A gente gosta de ideias que fujam do lugar comum e, principalmente, nos desafiem. Entendemos que o ‘comum’ vende, mas isso não significa que ‘ele’ nos empolga.

Na temporada Fall 2018, o plástico foi uma inusitada estrela, que brilhou nas passarelas da Gucci, Balmain, Marine Serre, Chanel, Balenciaga, Miu Miu, Pucci, Calvin Klein, Burberry, Kenzo e Margiela. Do vinil ao PVC, o material apareceu em acessórios, como botas e bolsas, assim como em casacos e vestidos.

Marine Serre Fall 2018, Balmain Fall 2018, and Maison Margiela Fall 2018@ First VIEW

O plástico na moda apareceu na década de 1960, quando a corrida espacial e a chegada do homem à lua despertou a fantasia do homem visitar outros planetas.
Jovens designers, como Paco Rabanne e André Courrèges, se destacaram ao introduzir o PVC e o plástico na Alta Costura. O primeiro lançou duas coleções ‘Twelve Experimental Dresses’, de 1964 e ‘Twelve Unwearable Dresses in Contemporary Materials, de 1966, que transformaram o estilista num ícone do estilo.

Imagens dos 60s – Twiggy e o desfile de Paco Rabanne em março de 1966 @ Getty Images

Courrèges – que divide com Mary Quant a responsabilidade de ter lançado a minissaia – ganhou o mundo com os plásticos metalizados, em especial nos óculos e cintos.
Ao mesmo tempo, Betsy Johnson lançou um Slip Dress que poderia ser customizado e Mary Quant lançou sua linha de calçados (Quant Afoot) composta por uma grande variedade de botas e sapatos em PVC.

Mary Quant 1967 @ Getty

Embora a febre pelo plástico esfriar no final da década, eventualmente criadores de moda continuaram a utiliza-los, apostando em texturas únicas, brilho e infinitas possibilidades de transforma-lo.

Perry Ellis em 1990, Issey Miyake Spring 1992 e Givenchy Fall 1998 @ Getty Images

Hoje, Iris Van Herpen é o nome mais forte na construções de peças feitas de plástico com resultados únicos e inusitados. Sobre ela, em breve, escreverei com mais precisão.

Iris Van Herper Spring 2017 @ Morgan O_Donovan
Iris Van Herper Fall 2017 @ Yannis Vlamos

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.