Quem diria… Gucci no Alibaba!

A Gucci abrirá duas lojas na plataforma de compras online do Alibaba, ressaltando a importância do mercado chinês para marcas que buscam reverter a queda de receita devido à pandemia de coronavírus.
Grife do grupo francês Kering, a Gucci é um dos nomes mais premiados a se juntar à plataforma Tmall Luxury Pavilion, que foi criada em 2017 e agora possui mais de 200 marcas que variam de roupas a carros de luxo.
A primeira flagship da Gucci, que vende coleções de moda e artigos de couro, será aberta em 21 de dezembro, disseram as duas empresas em um comunicado conjunto na sexta-feira. Uma segunda loja focada em produtos de beleza será lançada em fevereiro de 2021 e será operada pelo parceiro licenciado da Gucci, Coty.
A China – onde os consumidores compram muito mais por aplicativos de celular do que nos Estados Unidos ou na Europa – tem sido um raro ponto interessante para marcas de bens de luxo este ano, com as vendas crescendo lá desde a flexibilização das medidas de isolamento.
Os clientes chineses já representavam cerca de 35% das compras de bens de luxo antes da pandemia e agora devem responder por quase metade das vendas globais de roupas, bolsas e joias de alto padrão até 2025, de acordo com a consultoria Bain.
Alibaba disse que o Tmall Luxury Pavilion tem uma base de consumidores de 750 milhões de pessoas.

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.