A origem da Coca-Cola

Originalmente a Coca-Cola foi concebida como um remédio inventado por John Pemberton na cidade de Atlanta, sul dos EUA. Sem habilidade para vendas, ele se juntou ao contador Frank Robinson.
Era 1884 e uma mistura de folhas de coca, grãos de noz-de-coca e álcool ganhou o nome de ‘Pemberton’s French Wine Coca’. Foi anunciado como ‘uma bebida intelectual, vigorante e tônica para os nervos’.

Campanha Antiga da Coca-Cola 1890s @ Reprodução

Porém, com o puritanismo religioso estava em alta no período e os lugares que vendiam álcool foram fechados. Somente eram permitidos ‘Pontos de Vendas’, locais que comercializam sorvetes e xaropes misturados com água carbonada com diferentes sabores. Para se encaixar no novo padrão, Pemberton passou meses no porão da casa testando ingredientes à água carbonada para fazer um xarope que fosse aceito por todos os públicos. Depois de pronto, ele enviava para a ‘Jacob’s Pharmacy’ para ser testada pelos clientes.

Campanha Coca-Cola 1900 @ Reprodução

Em 8 de maio de 1884, era vendida a primeira Coca-Cola (nome dado por Frank, que usou a própria caligrafia para fazer o logotipo). Em 29 de maio, a bebida foi citada no Atlanta Journal.
Porém, vendeu apenas 25 galões no ano seguinte, rendendo míseros 50 dólares. Em 1887, Pemberton vendeu a fórmula para Frank. Morreu alguns meses depois. Posteriormente, a  fórmula foi vendida para o farmacêutico Asa Griggs Candler. Ele contratou pessoas para distribuir cupons com um endereço que dava a bebida como brinde. As pessoas também ganhavam calendários e cartazes para ‘lembrar’ do nome.

Campanha Coca-Cola 1904 @ Reprodução

Em 1893, a marca Coca-Cola foi registrada. Um ano depois, começou a ser vendida em garrafas de vidro numa loja de doces. Em 1895, a marca contava com três fábricas. Em 1897, chegou no Canadá e México. Em 1899, ele mudou a forma de engarrafar. Em 1902, a bebida passa a ser vendida em garrafas com ‘tampa coroa’ – até então eram rolhas. Em 1903, foram retiradas as nove miligramas de cocaína presentes na fórmula original. Em 1909, os EUA contavam com 400 fábricas que engarrafavam a Coca-Cola.
No final de 1918, Candler vende a empresa por U$ 25 milhões para um grupo de investidores liderados por Ernest Woodruff e WC Bradley. Em 1919, o novo design da garrafa garantia a originalidade do produto. Em 1920, mais de mil empresas engarrafavam e distribuíam o produto nos EUA.

Campanha Elvis Presley e Coca-Cola @ Reprodução

A fórmula atual divulgada da Coca-Cola contém aromatizantes naturais, água gaseificada, açúcar, cafeína, extrato de Noz de Cola, corante caramelo IV e acidulante Ácido Fosfórico. Porém, a fórmula exata permanece um segredo industrial.

Coca-Cola em Latinha @ Reprodução

A primeira lata de alumínio para refrigerantes foi adotada em 1963 para acondicionar o refrigerante de cola diet Slenderella. Foi produzida pela Reynolds Metals Company, nos Estados Unidos. A Royal Crown (RC Cola) adotou a lata de alumínio em 1964, sendo seguida em 1967 pela Pepsi-Cola e depois pela Coca-Cola.