Entrevista com Luis Roberto Rios

Luis Roberto de Castro Rios é estilista, designer de interiores, ilustrador e artista plástico.
Formado pela Esmod Paris, fez curso na Faap (moulage)e na Arquitec, entre outros. Nascido em Campinas, Paris é sua cidade preferida.
Ele é o entrevistado da semana.
Qual sua ligação com moda?
Sou um amante declarado da arte em geral, e moda é arte. Claro que estou falando de moda na sua essência, na criação, desenvolvimento, no trabalho de artesãos prestimosos, enfim, na verdadeira moda. Essa que marca época que valoriza as pessoas que causa encantamento e paixão.
Qual sua maior extravagância?
Minha coleção de coisinhas relacionadas ao cinema. São autógrafos, livros, objetos, fotos, bonecos, réplicas etc.. Quando encontro uma loja especializada passo o dia lá dentro, escolhendo e comprando até minha carteira pedir socorro!
Em quem você daria uma surra?
A lista não caberia em Brasília!
Qual estilista que marcou sua vida?
Jean Paul Gaultier! Eu sou um fã inveterado! Christian Dior, ele coloriu e enfeitou o mundo, cobrindo de luxo as cinzas da guerra! São os extravagantes de suas épocas!
Moda ou decoração?
Ambas caminham de mãos dadas em minha vida, assim como a pintura escultura e desenho!
Última compra…
Um lindo livro sobre figurinos de cinema: DRESSED a century of Hollywood costume design.
Quem é seu personagem favorito de ficção?
Hum… Faria uma lista enorme, mas… Norma Desmond interpretada por Gloria Swanson em Sunset Boulevard (Crepúsculo dos Deuses, em português)! Rebecca de Winter um personagem sem rosto nem falas, mas mais forte e presente que todos em Rebecca – A Mulher Inesquecível, de 1940! Heathcliff atormentado pelo amor de sua vida em Wutherig Heights ( O morro dos ventos uivantes ) de Willian Wyler, baseado na obra de Emily Brontë.
Uma viagem inesquecível?
Todas minhas viagens são inesquecíveis, mas se eu tiver que escolher uma, seria minha primeira para os Estados Unidos, ainda criança e com minha família!
O que a mente humana tem de mais estranho?
Hoje percebo que a mente humana é totalmente estranha. Amamos odiar, odiamos amar, amamos amar, e ainda bem, odiamos odiar!
O que Campinas tem de melhor?
Minha família e meus amigos.
E pior?
O ranço provinciano e decadente. E a falta de segurança que estas maravilhosas administrações nos presentearam.
Maior arrependimento…
Ter voltado ao Brasil quando morava em Paris, mas tento visitar minha cidade do coração pelo menos uma vez ao ano! Quem sabe eu ainda volto a morar lá!
Maior surpresa…
Descobrir meus verdadeiros amigos!
Qual o perfume que marcou sua vida?
Nossa! Cada perfume teve seu tempo em minha vida, cada um me lembra algum momento! Mudo conforme o meu temperamento no dia. Le Male (Gaultier), Terre (Hermès), Egoíste e Pour Monsieur (Chanel), Antidote (Viktor & Rolf), L’eau de Cartier, Abercrombie & Fitch (Fierce)
Maior mentira que já contou…
Não suporto mentiras e sou um ótimo detector… (risos)! Essa gente com perfil de Eve Harrington All about Eve (A Malvada) me dá arrepios!
O que mudaria na sua aparência?
Nada!
O que mais odeia em si mesmo?
Sou exageradamente crítico!
Como é trabalhar com moda, beleza e vaidades?
Existe coisa melhor do que trabalhar com aquilo que amamos? Ainda mais se estiver rodeado de beleza!
Moda, decoração e arte estão ligadas diretamente a vaidade do criador ou profissional e do cliente final. Sempre gera conflitos, afinal lidamos com o eu de cada um, muitas vezes é até desgastante.
Mas vale muito a pena deixar o mundo mais bonito!
Frase preferida…
Um charmoso acaso na caótica e fascinante livraria Shakspeare & Co em Paris me fez ler esta frase que desde então se tornou minha favorita!
“ if you are lucky enough to have lived in Paris as a young man, then wherever you go for the rest of your life, it stays with you, for Paris is a moveable feast” do livro Earnest Hemingway to a friend, 1950 (Se você foi sortudo o bastante de ter vivido em Paris quando jovem, e depois, para onde quer que vá isto ficará com você, pois Paris é uma festa itinerante!)