Artigo: As linhas retas e Arquitetura Contemporânea

Church of Light by Tadao Ando
Church of Light by Tadao Ando

Há quem diz que as linhas retas nas construções remetem ao primitivo, digo que as linhas retas remetem a simplicidade de formas e objetividade no conceito de um projeto.

Tanto em um projeto de Arquitetura de Interiores, quanto em um Projeto de Arquitetura, prezo pelas linhas retas, geometria simples e muito conceito de ligações e harmonia entre os elementos. As linhas retas nos permitem uma harmonia perfeita entre elementos da construção e elementos pontuais decorativos e acabamentos.
A poluição visual não chega a um projeto bem estudado e um traço mais simples e reto em sua conceituação. Além da praticidade na utilização de materiais na execução, a maioria dos materiais empregados na obra (placas de dry wall, pisos, revestimentos, placas de concreto pré-moldado, cortes de pedras) são modulares em retângulos e ângulos retos, facilitando a paginação de um piso, por exemplo, ou até aplicação de forro de gesso e marcenaria. As instalações se tornam mais práticas já que vivemos uma época em que o tempo é escasso e a praticidade tem que prevalecer além dos custos. A exigência de nosso cliente se torna cada vez mais forte neste quesito – custo, tempo de obra, e funcionalidade são as mais frequentes exigências, além da estética e cuidados tomados para não tornar uma obra arquitetônica um cubo sem graça com janelas.
Além das linhas retas, costumo prevalecer aos tons cores neutros com cores mais vibrantes pontualmente utilizadas dentro de um conceito.
Tadao Ando
Church of Light by Tadao Ando
Church of Light by Tadao Ando

Dentro do tema simplicidade, destaco um arquiteto que me encanta, com obras minimalistas e com elementos de extrema funcionalidade, o qual a estética e harmonia são valorizadas: o japonês Tadao Ando, pela sua história de vida profissional e pela proposta arquitetônica.

Nascido em Osaka em 13 de Setembro de 1941, foi premiado em 1995 com o Premio Pritzker (considerado o prêmio Nobel da arquitetura), e doou o valor do prêmio (U$ 100 mil)aos órfãos do Terremoto de Kobe.
Uma das especificidades de Tadao Ando é que ele não recebeu nenhuma qualificação formal ou diplomas para exercer Arquitetura. Tendo trabalhado como caminhoneiro e lutador de boxe, autodidata, passou a estudar por conta própria, influenciado pelo arquiteto francês Le Corbusier e viajando pela Europa e pela América do Norte para aprofundar os seus conhecimentos na área.
No início da sua carreira pertenceu ao movimento “Nova Vaga”, que reagia às propostas futuristas da geração anterior para a realização de megaestruturas habitacionais e contrapunha o regresso a um urbanismo humanizado.
A obra de Ando é caracterizada por uma depuração total de elementos supérfluos. Utiliza coerentemente o concreto aparente, descrito como “suave como seda”, o ferro e o vidro, criando espaços humanizados e jogos de luz em constante mudança, por utilizar fendas para entrada de luz natural sempre trazendo algum jogo de sombra criando uma forma.
Church of Light by Tadao Ando
Church of Light by Tadao Ando

Na pequena cidade de Ibaraki, no Japão, a Church of Light (Igreja da Luz) é uma obra simples e pura com fendas cuidadosamente alinhadas e jogos de luz e sombra na profundidade, onde se localizaria um altar nas construções tradicionais, uma fenda em formato de cruz cria a identidade ecumênica. É o jogo entre cheios / vazios, luz / movimento, escuro / serenidade, que dá sentido à proposta deste arquiteto japonês. A obra se incorpora à natureza que é sutilmente emoldurada pelas fendas que funcionam também como “janelas”, e recebem a luz natural de forma controlada, simbolizando aproximação espiritual. Materiais simples como concretos e vidro foram cuidadosamente e harmonicamente empregados, assim como na obra a seguir.

Museu de Arte Moderna de Forthworth, Texas by Tadao Ando
Museu de Arte Moderna de Forthworth, Texas by Tadao Ando
Museu de Arte Moderna de Forth Worth – A luz, como na maioria de seus projetos, é um elemento chave. As colunas em formato de Y ajudam na captura da luz natural, e também na captura da luz externa à noite, auxiliando assim como a água e o vidro, na sensação espacial.
O museu de arte moderna de Fort Worth é um ícone da arquitetura de Tadao Ando. Nele estão expostas mais de 2.600 obras em quase 5.000 m² de área construída.
Sua geometria, simples e elegante é mais uma aliada à escolha de materiais como o concreto e o vidro (que compõe a obra quase integralmente). Além da forma e dos materiais, o museu integra o terreno, criando uma composição de concreto, vidro e água. O espelho d’água é uma parte muito importante do projeto, pois transmite a sensação de que o museu está flutuando, e reflete toda a lateral do museu, criando, juntamente com as paredes de vidro, uma sensação de perspectiva como se o espaço interno do museu não estivesse contido.
Museu de Arte Moderna de Forthworth, Texas by Tadao Ando
Museu de Arte Moderna de Forthworth, Texas by Tadao Ando
Oscar Niemeyer que me perdoe, mas as linhas retas bem empregadas e harmônicas trazem formas incríveis em algumas obras deste arquiteto, que apresenta uma arquitetura sensorial e simples em seu conceito.

“Space will only have a life when people enter it. So the important role architecture can play, and that space plays within that architecture, is to encourage an interaction between people, between people and the ideas being presented in the paintings and sculpture, and most importantly between people themselves.”Tadao Ando

(Artigo: Patrícia Forte – Arquiteta – Proprietária da Dessin Arquitetura e Interiores)

Um comentário

  1. Parabéns, Patrícia Forte! A cada dia que passa você se supera, e supera todas as expectativas! Um beijão!

    Curtir

Os comentários estão fechados.