Victor ou Victoria? é a atração de hoje no Home Cinema da Campinas Decor 2014

1934 Victor Victoria (1982) (5)Paris, 1934. Victoria Grant (Julie Andrews) é uma cantora lírica desempregada que conhece Carroll Todd (Robert Preston), um cantor homossexual, recém demitido de um famoso bar.
Juntos eles articulam um plano, no qual ela se faz passar por um homem, Conde Victor Grezhinski, que é um drag-king (versão masculina da drag-queen). Tudo funciona, até que ela se apaixona por King Marchand (James Garner), um gângster, sendo que caso ela se declare assume ser uma farsa. Se tudo já não fosse complicado, ele tem uma namorada, Norma Cassady (Leslie Ann Warren).
Com um elenco excepcional e trilha sonora inesquecível (assinada pelo premiado Henry Mancini), Victor ou Victoria? é a atração desta noite, 07 de maio, às 19h30 da Mostra do Home Cinema da Campinas Decor 2014. O editor do MONDO MODA Jorge Marcelo Oliveira é o apresentador do filme.
Algumas curiosidades sobre o filme:
1. Julie, Robert e Lesley foram indicados ao Oscar, assim como o Roteiro, Direção de Arte, Figurinos e trilha sonora. Venceu apenas a última – assinada por Henry Mancini.
2. No Globo de Ouro, Julie ganhou como melhor atriz de comédia/musical, assim como o David di Donatello Awards e Kansas City Film Critics Circle Awards 1982.
3. Tom Selleck esteve cotado para interpretar o personagem King Marchand, mas teve que desistir do personagem devido ao seu trabalho na série de TV Magnum.
4. Este é o 6º de 8 filmes em que o diretor Blake Edwards e a atriz Julie Andrews trabalharam juntos. Os demais foram Lili, Minha Adorável Espiã (1970), As Sementes de Tamarindo (1974),
Julie and Dick at Covent Garden (1974), Mulher Nota 10 (1979),
S.O.B. (1981), O Homem Que Amava as Mulheres (1983) e Assim é a Vida (1986).
5. Baseado em Viktor und Viktoria, filme alemão de 1933. Refilmado sem sucesso Vítor ou Vitória? (1995), para a TV.
6. O figurino usado por Julie Andrews no número de The Shady Dame From Seville é o mesmo usado por Preston no final do filme. A figurinista Patricia Norris fez ‘adaptações’ para servir no corpo BEM MAIOR do ator.
7. O filme foi adaptado para a Broadway em 1995, com Julie e Blake Edwards como protagonista e diretor. A polêmica da época foi a recusa de Julie com a indicação ao Tony – ela não se conformou de ser a única atriz lembrada ao prêmio. Com grande sucesso, Julie atuou até 1997. Em suas férias, Liza Minnelli assumiu o papel. Pouco depois, Julie teve um problema muito sério nas cordas vocais, que resultou num câncer. Ela perdeu a voz. Processou o cirurgião em U$ 20 milhões de dólares. Apesar disto, ela nunca mais cantou em público. Raquel Welch foi sua substituta definitiva.
A Mostra do Home Cinema da Campinas Decor 2014 é para convidados e para o público pagante que quiser assistir a sessão. Capacidade da sala: 12 pessoas!