Mya Taylor é a primeira atriz transgênero a ganhar um Spirit Awards

Mya Taylor - Melhor Atriz Coadjuvante no Spirit Award 2016 @ Getty Images
Mya Taylor – Melhor Atriz Coadjuvante no Spirit Award 2016 @ Getty Images

Mya Taylor acaba de fazer história na 31a. edição do Film Independ Spirit Awards, que aconteceu neste sábado (27) quando se tornou a primeira atriz transgênero a ganhar um prêmio na premiação.

Ela ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante pelo papel de Alexandra no filme ‘Tangerine’, batendo Cynthia Nixon (James White), Jennifer Jason Leith (Anomalisa), Marin Ireland (Glass Chin) e Robin Bartlett (H.).
‘Primeiro de tudo, ninguém diz o quanto que você fica nervosa ao ganhar de outras grandes atrizes um prêmio. Há tentas coisas que passam pela minha cabeça, como ‘Ficarei louca se souber que minha bunda ficou ao usar este vestido?’’, ela fez piada assim que subiu ao palco para receber seu prêmio.
Ela agradeceu ao marido, elenco, agente e ao diretor do filme. Termina dizendo: ‘Há talento transgênero. Há um lindo talento transgênero. Sendo assim, é melhor você coloca-lo em seu próximo filme’.
Antes de Mya, somente Harmony Santana concorreu ao prêmio em 2012 pelo papel em ‘Gun Hill Road’, tornando-se a primeira atriz transgênero a concorrer ao Spirit Award.
Confira os premiados:
Filme: Spotlight – Segredos Revelados
Ator: Abraham Attah (Beasts of No Nation)
Atriz: Brie Larson (O Quarto de Jack)
Diretor: Tom McCarthy (Spotlight – Segredos Revelados)
Ator Coadjuvante: Idris Elba (Beasts of No Nation)
Primeiro Roteiro: O Quarto de Jack (Emma Donoghue)
Roteiro: Spotlight – Segredos Revelados (Tom McCarthy e Josh Singer)
Fotografia: Carol (Ed Lachman)
Primeiro Filme: O Diário de Uma Garota Adolescente (Marielle Heller)
Filme Estrangeiro: O Filho de Saul (Hungria)
Montagem: Spotlight (Tom McArdle)