‘No Sex And No City’: Kim Cattrall detona Sarah Jessica Parker

Em Hollywood – terra dos sonhos e da fantasia – quem comanda o destino de seus ocupantes é uma legião de publicitários e especialistas em marketing. Tudo é calculado para manter a imagem da perfeição que os fãs esperam de seus astros e estrelas – seja do cinema ou da TV. Pois bem… Em época de redes sociais, esses profissionais estão desesperados. O último exemplo envolve a amada e influente série da HBO ‘Sex And The City’.
Quem chutou o balde foi a atriz anglo-canadense Kim Cattrall, a Samantha Jones. No sábado, 10 de fevereiro, ela escreveu na sua conta no Instagram: “Não preciso do seu carinho ou apoio neste momento trágico, @sarahjessicaparker. Minha mãe me perguntou hoje: ‘Quando essa hipócrita @sarahjessicaparker irá te deixar em paz?’ Seu contato contínuo é uma lembrança dolorosa do quão cruel você realmente era, então e agora, Você não é minha amiga. Então estou escrevendo para lhe dizer, pela última vez, que pare de explorar nossa tragédia para resgatar sua imagem de boa moça”.
O recado foi direto para estrela Sarah Jessica Parker, que mandou condolência pela morte do irmão de Kim, Cris Kattrall, 55 anos, que foi encontrado morto em sua casa no Canadá: “Querida Kim, meu amor e minhas condolências para você e sua família. Que Deus esteja com seu amado irmão”.
Além da resposta, Kim ainda incluiu o link de um artigo do “New York Post” intitulado: “A cultura interna das meninas malvadas destruiu ‘Sex and the City'”.

Bastidores

Elenco da Quarta Temporada de ‘Sex And The City” @ Paramount Pictures – HBO

De acordo com um livro de Clifford Streit – ator e produtor que serviu de inspiração para o personagem Stanford Blatch, o amigo gay de Carrie, a tensão começou no primeiro ano da série, em 1998.
Estrela dos sucessos dos anos 80 ‘Manequim’ e ‘Os Aventureiros do Bairro Proibido’, Kim era uma comediante nata e roubava todas as atenções. Ninguém a superava em carisma e a câmera sabia disso.
Porém, isso se tornou um grande problema: o ciúme de Sarah, a protagonista da série. Amiga de Cynthia Nixon (a Miranda Hobbes) desde quando eram pretendentes à atrizes da Broadway, rapidamente Sarah ‘acolheu’ Kristin Davis (a Charlotte York) para o grupo. Essa última era uma atriz com uma única boa participação em duas temporadas da série ‘Melrose Place’, como a chata vilã Brooke Armstrong Campbell.
Nos dois primeiros anos de ‘Sex And The City’, Kim era apoiada pelo criador da série e produtor Darren Star, mas quando ele saiu e foi substituído pelo amigo de Sarah, Michael Patrick King, a atriz de 61 anos foi completamente isolada.
Segundo o site Page Six, durante filmagens em Atlantic City, Nova Jersey, Sarah alugou uma casa, dividindo espaço com Kristin e Cynthia. Kim foi deixada de fora. Na época, um porta-voz da HBO contou que ‘Kim ficou numa casa diferente porque se casou na época e seu marido resolveu a acompanhou’.
As coisas foram assim até o final da série, em 2004. Kim revelou que, no término das gravações do último episódio, ninguém conversou com ela na sala de maquiagem.

Versão para o Cinema

Filme Sex And The City (2007) @ Divulgação

Quando surgiram os primeiros boatos sobre uma possível versão de ‘Sex And The City’ para o cinema, em 2007, Kim apareceu como relutante em assinar o contrato. Uma amiga contou ao Daily News: ‘Kim não quer… Fazer o filme. Ela se sentiu horrível pela forma que Sarah Jessica Parker a tratou por seis anos’.
Um exército de publicitários entrou em ação. Botaram panos quentes. Kim aceitou. O filme rendeu U$ 415 milhões na bilheteria mundial.
Os produtores – incluindo Sarah – já contavam com a continuação, mas Kim, novamente, não estava disposta. Fofoqueiros apontavam o dedo para a atriz, afirmando que ‘os ataques de Diva’ da estrela estavam sabotando o projeto.
Uma amiga da atriz contou: ‘Há uma disparidade entre o que Sarah ganhou em relação as outras garotas. Todo mundo ama a personagem de Kim. Pessoas a apoiam, (mas) o cachê dela não mostra isso’. (Nota do editor: como a protagonista e uma das produtoras dos filmes, era natural que Sarah recebesse o maior cachê).
Com um aumento significativo no cachê, Kim aceitou, porém, as filmagens foram bem complicadas. De acordo com um artigo da revista New York, o clima no set de filmagem era desconfortável, pois ‘Sarah Jessica Parker e Kim Cattrall não se falam’.
Apesar disto, ‘Sex And The City 2 rendeu U$ 288,347,692.
Apesar das negativas da equipe de publicidade de Sarah, ela deixou escapar uma frase numa entrevista a revista Maria Claire, em 2010, que rendeu assunto: “Algumas vezes, os sentimentos são feridos”. Rapidamente, agentes das outras atrizes se negaram a comentar sobre o assunto.
Longe da badalação de Hollywood, Kim Cattrall divide seu tempo entre Toronto e Londres. Não tem contato com nenhuma de suas colegas da série. “O único elo que tínhamos era a série e ela está cancelada”, contou a atriz ao New York Post.

Sex And The City 3

Sex And The City 2 (2010) @ Divulgação

No ano passado surgiram os primeiros rumores de uma terceira sequência. Porém, novamente, o nome de Kim apareceu como opositora da ideia.
Novamente uma amiga apareceu para contar: “Quando uma atriz não aceita fazer uma sequência, é por causa de suas coisas: respeito e compensação. Agora, parece que é sobre ego. Mas não tem nada a ver. Ela simplesmente não quer fazer”.
Na primeira semana de fevereiro, Sarah Jessica Parker – acusada por Kim ser especialista na cara de ‘boa moça’ – confirmou que o terceiro filme da franquia de ‘Sex And The City’ não irá acontecer. Ela não entrou em detalhes.
Porém, o Daily Mail’ contou que a responsável era Kim Cattrall e seus ‘ataques de estrelismos’. Rapidamente, a atriz explicou que isso era ‘ridículo. “Eu jamais exigi nada. Nunca pedi para fazer projeto algum e ser chamada de diva é absolutamente ridículo”.
Ela continuou: “Tenho 61 anos. É agora. As outras mulheres são dez anos mais novas do que eu (…). Isso foi uma escolha delas e eu as desejo tudo de bom”.

Um comentário

Os comentários estão fechados.