Os looks das vencedoras do Oscar de Melhor Atriz (1929 a 2019)

Premiações são mais ou menos. Com ou sem apresentador, ganha-se e perde-se na mesma medida. Numa cultura que mede talento por troféus, os EUA são especialistas em premiações. Acontece que lá, cinema, música, teatro ou televisão são tratados como indústria. Vez ou outra, escorrega na arte, mas o importante é entender o quanto é o ator/atriz ou cantor/cantora é rentável. 
No cinema, o Oscar continua como o mais prestigiado. São 91 anos se auto-celebrando e alimentando uma milionária indústria de fazer ilusão. Como uma indústria, seu dia de celebração tornou-se um evento internacional. Quem tem coragem de faltar na ‘festa da firma’?

Tapete Vermelho

Além dos prêmios, o interesse pelas roupas das estrelas virou uma atração à parte. Neste momento, as lucrativas indústrias do cinema e da moda se cruzam num casamento lucrativo. Ganha-se de todos os lados. 
Nos dias seguintes da premiação, a roupa usada por determinadas atrizes vira objeto de ‘cópias’, ‘interpretações’, ‘inspired by’ e discussão nos canais especializados de moda.
Diante da força desta máquina, nas semanas que antecedem a premiação, Hollywood se torna um campo de guerra, com um exército de relações públicas, agentes, stylists e representantes das grifes internacionais brigando para vestir uma atriz.
As preferidas, lógico, são as concorrentes aos prêmios de Protagonista e Coadjuvante, mas as ‘apresentadoras’ também são disputadas. Todas passarão pelo tapete vermelho e serão fotografadas por profissionais do mundo todo. O negócio é muito tenso. 
Se a atriz sair vitoriosa… É o Jackpot! Automaticamente, sua imagem estará nas redes sociais, sites, blogs, programas de TV, jornais e revistas internacionais nas próximas semanas! 
Pensando nisto, MONDO MODA preparou uma lista dos Looks das Premiadas com o Oscar de Melhor Atriz.

Polêmicas

No Oscar 2014, Cate Blanchett subiu ao palco com um look avaliado em U$ 18,1 milhões. O valor do vestido Armani Privé é de U$ 100,000 e as joias Chopard – incluindo os brincos com 62 opalas, braceletes e anel de diamantes – estão avaliados em U$ 18 milhões.
No Oscar 1946, com medo de ser derrotada por Ingrid Bergman, que concorria por ‘Os Sinos de Santa Maria’, Joan Crawford ‘fingiu’ que estava doente e foi internada. Porém, apesar de nem ser boa atriz – e sim uma grande estrela de cinema – ela venceu pelo papel em ‘Mildred Pierce’. A foto com o Oscar na cama do hospital se tornou uma das mais vistas naquele ano.

Ausentes

Apesar de ser a recordista de vitórias (quatro Oscar como Melhor Atriz), Katherine Hepburn só pisou no palco em 1974 para entregar um prêmio honorário ao produtor Lawrence Weingarter, pois ele era seu amigo. Faltou nas cerimônias de 1982, 1969, 1968 e 1934.
Ellen Burstyn também não estava presente quando recebeu o Oscar 1975 por ‘Alice Não Mora Mais Aqui’.
A inglesa Glenda Jackson não deu as caras no Oscar 1971 quando ganhou por ‘Mulheres Apaixonadas’ – recebeu o prêmio em casa e no Oscar 1974 por ‘Um Toque de Classe’.
A também inglesa Maggie Smith não foi no Oscar 1970 quando levou o prêmio por ‘Primavera de uma Solteirona’.

(Fotos: Getty, Wireimage, AP,

2 comentários

  1. Para mim, o melhor de todos foi o da Hillary Swank feito por Guy Laroche. Ao mesmo tempo que é austero, ele é sexy. Basta prestar atenção na cor que lhe caiu bem, na cauda, no decote e na forma como modela suavemente o seu belíssimo corpo. Parabéns!
    Depois, fico com o da Halle Berry. Elie Saab deixa qualquer mulher com um corpo daquele extremamente ma-ra-vi-lho-sa!

    Curtir

Os comentários estão fechados.