Os figurinos de Scarlett O’Hara, a heroína de ‘… E o Vento Levou’

No ano que completou 75 anos … E o Vento Levou continua como a maior bilheteria de Hollywood, reajustando os valores da renda obtida entre 1939/1940: U$1.822 milhões.
Com todos os superlativos possíveis para a produção de 3h58 que eternizou a carreira de Clark Gable e Vivien Leigh, como Rhett Butler e Scarlett O’Hara, os figurinos assinados por Walter Plumkett também continuam celebrados.
Ele teve que lutar contra a recusa da autora Margareth Mitchell, que preferia o trabalho de Muriel King, reconhecida pelos figurinos em ‘Artistas em Folia, de 1937. Porém, quando Walter mostrou os croquis para a personagem principal, com um expressivo estudo sobre os trajes da Era Vitoriana, em especial entre 1861 e 1865 – período da Guerra Cívil Americana, ele foi aprovado.
No total, ele comandou uma equipe que preparou 5000 trajes, incluindo os mais famosos usados por Vivien Leigh.
Apesar do Oscar existir desde 1927, somente em 1948 que os Figurinos começaram a ser reconhecidos. Desta forma, o excelente trabalho de Walter Plumkett não foi premiado. Certamente, porém, é um dos mais amados pelos fãs de Figurinos de Cinema.

The Prayer Dress – Na primeira cena do filme, a jovem Scarlett se diverte quando é disputada por dois rapazes. Ela usa um modelo branco em camadas com cinto vermelho.

O vestido verde da Primavera (ou Barbecue Dress) – Originalmente, esse seria o primeiro vestido que a personagem usaria, porém, o produtor David O Selznick queria algo mais ‘virginal’. Sendo assim, esse é usado no churrasco para celebrar a volta de Ashley Wilkes e o noivado com Melanie.
Branco com estampas de flores azuis com folhagens verdes, seu colo é todo com camadas e transpassado por fita de veludo verde escuro. Ele também será usado com um chapéu de palha com laços verdes e sombrinha.

Vestido do Primeiro Casamento – Branco? Que nada! O tom original era pêssego, como foi comprovado pelo Centro Harry Ransom na Universidade do Texas, que adquiriu parte do acervo do produtor Selznick em 1981.

O vestido preto do primeiro luto – Obrigada a passar por viúva triste, Scarlett usou um modelo preto, que receberá um lindo chapéu com detalhes em verde dado de presente por Rhett, que acabara de chegar de Paris. Após o presente, chocou a todos ao aceitar dançar com o mesmo num baile.

O vestido ‘Calico’ – No pior período de sua jornada, Scarlett utilizou esse modelo diversas vezes. Feito com Calico, um tipo de algodão, o tecido era rosa com círculos roxos e amarelos, porém, para dar realismo às cenas de penúria, ele parecia ‘sujo’. Apesar da falta de glamour, ele foi utilizado nos momentos mais difíceis da jornada da heroína, quando teve que ajudar no parto do filho de Melanie, ajudar os feridos de guerra e sua volta à Tara.

O Vestido Verde de Cortina – Sem dúvida, o número #1 de qualquer lista de história de cinema, reproduzido em diversos programas de TV e animações. Com a intenção de seduzir Rhett para ter dinheiro para salvar a fazenda, ela conta com ajuda da fiel empregada Mammy para preparar um vestido com uma velha cortina de veludos, finalizado com penas pretas e franjas douradas.

O Vestido Shantytown – Usado quando ela dirige sozinha para a madereira herdada da morte do segundo marido e é atacada. O tom original era azul quase denim. Com um casaco e saia longa com apliques pretos, ele tinha menos volume dos anteriores do início da Guerra. Em 2015, ele foi arrematado num leilão por U$ 137 mil.

O Vestido Mill – Um modelo branco com bolero ‘light blue’ de veludo com chiffon nas mangas e um lindo colar foi a escolha de Scarlett para visitar Ashley na loja Mill. Na enésima tentativa de exigir que ele admita que a ama, é flagrada pela irmã do seu segundo marido falecido.

O Vestido Burbundy/Vinho/Borgonha – Obrigada por Rhett a arcar pelas consequências de ter sido flagrada com Ashley, Scarlett usa um modelo é uma liberdade criativa de Walter Plumkett. Era um olhar de 1930 para um modelo de veludo ajustado com aplicações de cristais e penas nos ombros. Usado com luvas vermelhas e uma capa de chiffon.

O vestido dos últimos lutos e da cena final – Usado após a morte da filha e também pós morte de Melanie, quando Rhett a abandona, é um modelo de veludo preto justo na parte de cima com leve volume embaixo. Ela usou com capuz e dois tipos de broches usados logo abaixo do pescoço.

Confira outros modelos usados pela personagem.

 

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.