Adrienne Warren é Tina Turner na Broadway

Depois do sucesso em Londres, “Tina: The Tina Turner Musical” chegou nos palcos do Teatro Lunt-Fontanne, na Broadway, na quinta-feira (07/11) e o nome de Adrienne Warren, que arrasa no papel da icônica cantora americana, é o mais ouvido no momento.

“Existe apenas uma” foram as palavras que a moça de 32 anos sempre ouviu sobre Tina Turner. “Ela é incomparável. Eu olhava e pensava: ‘Eu sei que existe uma, mas estou fazendo o melhor que posso'”.

O melhor de Adrienne teve reconhecimento em 2018 quando a musical estreou em Londres com críticas que repetiam uma palavra ‘Sensacional’. Interpretando Tina dos 16 aos 50 anos e cantando mais de 20 sucessos, ela transitou do mais puro Gospel à fúria do Rock’n’Roll.

Um dos diferenciais em relação aos recentes musicais sobre cantoras (‘The Cher Show’ e ‘Summer: The Donna Summer Musical’) está no fato de que, em Tina, apenas uma atriz interpreta a atrista, diferente dos outros citados, no qual três se revezavam.
Existe apenas Adrienne Warren com uma voz que lembra uma guitarra elétrica atuando com toda a ferocidade possível para homenagear uma referência da indústria musical americana.

Sobre Adrienne

Adrienne Warren @ The New York Times

Assim como Tina Turner, Adrienne é filha de um Pastor e cantava no coro da Igreja. Sua mãe era professora de educação física e se tornou diretora executiva do Governor’s School of the Arts, em Norfolk, Virginia.
Seu pai a ensinou a cantar a partir de seu gosto musical que incluía jazz, Elton John e James Brown. Sozinha, ela descobriu Rolling Stones e Tina Turner:

“Nunca tinha visto uma mulher igual aquela. Especialmente uma mulher negra”.

Uma de suas primeiras performances causou polêmica quando protagonizou o papel do musical ‘Annie’ num programa de TV. Originalmente, somente jovens atrizes/cantoras brancas interpretaram o papel, até então. A revista Jet celebrou a primeira Annie negra e a NAACP (organização musical, tipo Grammy) ofereceu apoio a sua família.
Depois da Graduação, ela atuou nos musicais ‘The Wiz’, ‘Dreamgirls’ e ‘Bring It On’. O reconhecimento chegou pelo papel em ‘Shuffle Along’, que rendeu uma indicação ao Tony de Melhor Atriz Coadjuvante. Sedimentou o caminho para ser escolhida para o papel de Tina nos palcos de Londres, pelo foi indicada ao Prêmio Laurence Olivier de Melhor Atriz de Musical.

PS: Ao lado de Oprah Winfrey, a própria Tina Turner esteve na Première do Musical, provocando uma celeuma entre os presentes.

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.