Primeiro romance policial de Agatha Christie completa 100 anos

Agatha Christie tinha 30 anos quando, em fevereiro de 1920, “O Misterioso Caso de Styles” foi publicado em série em um jornal britânico. O livro foi publicado no continente americano em outubro e no ano seguinte no Reino Unido.
De acordo com o Guinness World Records, ela é a escritora de ficção mais vendida do mundo. Seus romances policiais venderam dois bilhões de cópias.

“Ela realizou isso na época em que as mulheres não faziam realmente esse tipo de coisa. E eu acho isso extraordinário”, disse seu bisneto James Prichard à Reuters em uma entrevista por Zoom.

Prichard afirmou acreditar que Christie, que morreu em 1976, não esperava ganhar a vida como escritora. Isso mudou quando uma aposta com sua irmã a levou a escrever “O Misterioso Caso de Styles”.

“A história é que surgiu uma aposta com a irmã dela, que apostou que ela não poderia escrever um livro e publicá-lo. Acho que ela ganhou a aposta”, disse Prichard.

Famosa por personagens como o detetive belga Hercule Poirot e a detetive amadora Miss Marple, o sucesso de Christie se deve às “tramas engenhosas” que ela mapeou em sua cabeça, segundo Prichard.
Christie também escreveu 19 peças, das quais a mais famosa, “The Mousetrap” (A Ratoeira), estreou em 1952 e só deixou de ser exibida pela primeira vez em março devido à pandemia.

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.