Sarah McBride eleita a primeira Senadora Transexual dos EUA

A democrata Sarah McBride se tornou a primeira senadora estadual transgênero nos Estados Unidos. Conhecida ativista pelos direitos da comunidade LGTB+, a política de 30 anos fez história ao ser eleita para a Câmara Alta do Legislativo bicameral de Delaware, na Costa Leste.
Embora outras pessoas transgênero já tenham ocupado cargos em Governos estaduais, e ao todo mais de 500 candidatos autodeclarados LGTB+ disputem algum cargo em diferentes níveis nesta eleição, é a primeira vez que uma mulher trans é eleita para um Senado estadual.

“Conseguimos. Vencemos as eleições gerais. Obrigada, obrigada, obrigada”, escreveu McBride em sua conta do Twitter após conhecer o resultado das urnas. “Espero que esta noite demonstre às crianças LGBTQ que nossa democracia também é suficientemente grande para elas”, compartilhou a ativista com um grupo de seguidores na noite de terça, ainda antes do final da apuração.

Vários grupos e organizações de defesa da diversidade sexual comemoram a eleição de McBride:

“Estamos muito orgulhosos de você”, tuitou a entidade Campanha dos Direitos Humanos LGTB+. “Os candidatos LGBTQ fizeram história nesta eleição. A vitória de Sarah é um testemunho poderoso da crescente influência dos líderes transgênero em nossa política e dá esperança a inúmeras pessoas trans que olham para um futuro melhor”, afirmou Annise Parker, diretora da organização Victory Fund, que se somou às felicitações.

“Muitos dos assuntos que nos afetam no dia a dia têm a ver com o âmbito estadual, então ser senadora me dá uma grande oportunidade. Era a hora certa e o lugar certo para dedicar minha energia e meus esforços a me candidatar a senadora, e estou incrivelmente feliz pelo que fiz”, afirmou a senadora estadual eleita numa entrevista online ao Victory Fund.

McBride também recordou que foi alvo de fortes demonstrações de ódio por parte da oposição, em linha com as mensagens ofensivas difundidas pelo presidente Trump não só ao longo da campanha, mas de todo o seu mandato. “Infelizmente, a oposição tem sido incrivelmente ofensiva e daninha”, reconheceu a política.

Em 2016, McBride já havia feito história dentro do seu partido quando se dirigiu à Convenção Nacional Democrata na qualidade de secretária nacional de imprensa da Campanha de Direitos Humanos, tornando-se a primeira pessoa abertamente transgênero a discursar em uma convenção de um grande partido nos Estados Unidos.
Outros candidatos LGBTQ+ eleitos são: Michele Rayner-Gooldby (Deputada da Florida), Shevrin Jones (Senador da Florida), Taylor Small (Deputada de Vermont), Jabari Brisport (Senador de Nova York), Kim Jackson (Senadora da Georgia) e Mauree Turner (Deputada de Oklahoma).

(Fonte: Gaytimes)

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.