Livro de Flávia G. Pinho conta como a Pizza chegou ao Brasil

Na obra Uma Fatia da Itália, Flávia G. Pinho, jornalista especializada em gastronomia e pesquisadora de História da Alimentação, relembra a chegada da receita italiana em terras brasileiras, o processo de conquista do paladar tupiniquim e apresenta ao leitor as adaptações feitas por pizzaiolos do país.
Inicialmente consumida pela população mais pobre da Itália, especialmente operários do Sul do país, a pizza demorou para agradar as classes mais abastadas. Vendida nas calçadas da cidade de Nápoles, a refeição chegou ao Brasil antes mesmo de se popularizar no país de origem.

“Até o primeiro terço do século XX, mesmo na Itália,
o hábito de comer pizza permaneceu praticamente
restrito a Nápoles – para se ter uma ideia, a primeira
pizzaria de Milão foi inaugurada somente em 1929.”
(Uma Fatia da Itália, pg. 19)

Livro Uma Fatia da Itália @ Divulgação

A pizza desembarcou por aqui na década de 1910, com a vinda dos italianos do Sul que, diferentemente dos moradores da região Norte, preferiam a vida na cidade ao invés do campo. Longe de casa, faziam pizzas de forma improvisada para matar a saudade da comida italiana.
Em território brasileiro, o prato passou por uma transformação em função da carência de ingredientes e limitações técnicas. Da massa ao tipo de forno, passando pelas coberturas, tudo mudou ao longo do tempo. Enquanto os pizzaiolos italianos adicionavam molho, queijo e algumas folhas de manjericão, os brasileiros adicionavam à receita outros ingredientes que tinham à disposição.
Resultado de três anos de pesquisa, entrevistas com pizzaiolos, historiadores e proprietários de pizzarias, Uma Fatia da Itália conta a história do prato que arrebatou o coração dos brasileiros. Ilustrado por ensaios exclusivos do fotógrafo Caio Ferrari, o livro prova que, ao menos neste caso, a expressão “tudo acaba em pizza” é mais do que bem-vinda.
Preço: R$ 69,00 (Matrix Editora)

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.