Entenda o conceito ‘kitsch’ na moda

Atriz Giovanna Antonelli exibe seu esmalte que virou febre entre as mulheres @ DivulgaçãoO Kitsch é considerado uma forma de arte muito peculiar.
É o objeto destinado ao consumo da massa, geralmente considerados “bregas” ou “cafonas” pelo senso comum – mas ele também copia referências da cultura erudita sem nenhum critério e sem atingir o mesmo nível de qualidade.
A palavra Kitsch vem do verbo alemão Kitschen/yerkitschen que significa trapacear, vender alguma coisa em lugar de outra.  Em 1860, o termo adquiriu o sentido de “falsificação”.
No final da década de 20, o Kitsch ganhou força e popularidade. Crescia o acesso das classes dominantes à arte, e a burguesia estava interessada em adquirir bens que lhe desses status. Porém, a falta de conhecimento contribuía para que o resultado desse esforço fosse motivo de criticas da elite, que chamavam os novos ricos de kitschies. Daí surgiu a relação do termo Kitsch com os adjetivos “cafona”, “brega”, “feio”, “vulgar”.
Na moda, o kitsch influencia o processo criativo de alguns estilistas há um bom tempo. Seu público considera o kitsch artístico e sua comercialização movimenta uma indústria milionária.
Esmalte-Azul-Giovanna-Antonelli-Novela
Por estar na “moda” muitas peças chegam até os consumidores a partir de personagens de novela, como é o caso da personagem
Clara (Giovanna Antonelli) na novela “Em Familia”. O uso do esmalte azul royal virou febre entre as mulheres – garantindo o nome da atriz ao produto.
A presença dessa estética também pode ser vista em recentes coleções que destacam a mistura de padronagens, cores vibrantes e o retorno de peças que fizeram sucesso no passado, como a cintura alta, a ombreira, os sapatos oxfords, entre outros. Com senso, eu uso apresenta resultados surpreendentes.
Os usuários do estilo Ktsch são caracterizados em dois grupos: pessoas que usam as peças características desse estilo propositalmente e possuem a intenção de passar uma mensagem com aquela roupa e as pessoas que fazem misturas consideradas “bregas” por falta de conhecimento da moda.
Peças com babados, estampas de oncinha, mistura de xadrez e listras e o exagero são característicos do kitsch.
(Artigo da estudante de jornalismo e apaixonada por moda, Louise Fávaro – especial para o MONDO MODA)