Viola Davis: ‘Minha vida inteira tem sido um Protesto’

Vencedora do Oscar, Globo de Ouro, Emmy, SAG, BAFTA, Tony, entre os 91 prêmios de interpretação, Viola Davis está na capa e recheio da Vanity Fair de Julho 2020.
Ela conta que os dias de protesto pelo assassinato de George Floyd, Viola quis, mais do que nunca, sair pelas ruas de Los Angeles, gritando, protesto, marcando um território. Ela quis se juntar às centenas de manifestações pelos EUA e em outros lugares do mundo clamando por justiça para Floyd e todos os outros homens e mulheres negros injustamente mortos por policiais.

“Ela me telefonou e disse que estava indo”, contou sua amiga e vizinha, Octavia Spencer, por e-mail. “Imediatamente aceitei”. Tanto uma quanto a outra, porém, têm problemas de coração – e sabem do caos no sistema de saúde americano, em especial com o COVID-19, que é muito mais mortal para os negros americanos. “Ambas choraram”, Octavia continuou a contar. “Esse é nosso movimento pelos Direitos Civis e temos que nos isolar graças ao nosso problema de saúde. Nos sentimos isoladas desse movimento”.

Viola Davis Vanity Fair Julho 2020 @ Dario Calmese

Então Viola teve uma ideia: Que tal uma demonstração para a vizinhança reunindo amigos e familiares, sem descuidar da saúde? Ela se juntou ao marido de Viola, Justin Tennon, a amiga também atriz Yvette Nicole Brown, entre outros e foram ao Lauren Canyon Boulevard em Studio City. Usaram máscara, no qual ficaram irreconhecíveis e uma pessoa do outro lado da rua enviou uma pizza para mostrar solidariedade. Viola assinou: ‘Ahmaud Arbery’.

“Combinamos de ficar por alguns minutos e no final ficamos horas”. Viola contou que ouviu buzinas e pessoas mostram o dedo (naquele sinal de ‘vão se foder’). “Mas foi a primeira vez que esses dedos não me incomodaram”.

A repórter da Vanity Fair, Sonia Saraiya, perguntou se ela já havia protestado antes disso e com uma dose de resignação e orgulho, ela disse:

“Eu sinto que minha vida toda tem sido um protesto. Minha produtora é meu protesto. Não usar peruca no Oscar 2012 foi meu protesto. É parte da minha voz, assim como me apresento para você e dissesse: ‘Olá, meu nome é Viola Davis.'”

Sua opinião

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.